26 de setembro de 2021Informação, independência e credibilidade
Economia

Semana Brasil vem com promessa de desconto para consumidores

Evento considerada a Black Friday Brasileira acontece de sexta (3) até 13 de setembro, com lojas oferecendo descontos para aquecer o Comércio

Pensada para criar oportunidades para quem produz e quem consome, a Semana Brasil acontecer de hoje (3) até 13 de setembro e deve movimentar.

Em sua terceira edição, a ação é uma iniciativa da Secretaria Especial de Comunicação Social do Ministério das Comunicações (Secom) e está sendo coordenada pelo Instituto para Desenvolvimento do Varejo (IDV), contando com o apoio da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) e, aqui no Estado, da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Alagoas (Fecomércio AL).

Durante os dez dias de campanha, lojistas oferecerão descontos atrativos e realizarão promoções como forma de voltar a aquecer o comércio, que vem tentando se restabelecer em meio à pandemia.

“A expectativa é que esta nova edição venha a somar, contribuindo para que empresas retomem a dinâmica de vendas prejudicadas pela pandemia e para que os consumidores tenham boas oportunidades de compras”. Gilton Lima, presidente da Fecomércio.

Para o presidente da CNC, José Roberto Tadros, a campanha acontecerá num momento em que o comércio de bens, serviços e turismo busca a recuperação, sendo uma “iniciativa em que todos ganham: o empresário, pelo estímulo às vendas; e o consumidor, pelas promoções e descontos oferecidos”, destaca.

Considerada como a Black Friday Brasileira, a Semana do Brasil de 2021 tem, entre seus participantes, nomes como Americanas, Submarino, Extra, Casas Bahia, Magazine Luiza, Centauro, Shoptime e Netshoes. No Centro de Maceió, algumas lojas já sinalizam a adesão à ação promocional.

Em setembro do ano passado, que compreende o período da campanha, houve crescimento no varejo. Segundo dados da Pesquisa Mensal do Comércio, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o comércio varejista ampliado aumentou 7,4% no período frente ao mesmo mês de 2019.

Destaque para as vendas online que, de acordo com o MCC-ENET (primeiro indicador a fazer um acompanhamento sistematizado da evolução dos preços do varejo online brasileiro), as vendas online no Brasil cresceram 55,88% em setembro de 2020 quando comparado a setembro de 2019, elevando em 66% o faturamento para o mesmo período.

Quando fracionado para o Nordeste, este percentual é ainda maior, chegando a 92,25% nas vendas e 101,68% de faturamento na variação anual para o mesmo período. Apesar dos percentuais expressivos, as vendas virtuais em setembro de 2019 só representaram 9,4% das vendas de todo o varejo brasileiro.