25 de janeiro de 2022Informação, independência e credibilidade

Tag: Renan Calheiros

Renan diz que Bolsonaro é mercador da morte ligado a assassinos, armas e milícias

Renan diz que Bolsonaro é mercador da morte ligado a assassinos, armas e milícias

Blog, Marcelo Firmino, Política
Crítico ferrenho do presidente da República, o senador Renan Calheiros (MDB) disse nesta quinta-feira, 6, no Twitter que “Bolsonaro segue como mercador da morte”. A manifestação do senador se deu após o editorial do Jornal Nacional, da TV Globo, que acusou o presidente  de ser uma “afronta a verdade” e “desrespeitar o luto de milhares de brasileiros”, além de “desrespeitar todos os técnicos da Agência Nacional de Vigilância Sanitária ao questionar qual seria o interesse da agência com a autorização da vacinação de crianças”. Renan disse que nessa pandemia Bolsonaro é o monstro e responsável principal pelo morticínio e que por isso foi iniciado por nove crimes na CPI da Covid-19, da qual o senador foi um dos principais integrantes, atuando com

Governo não esconde mais: Paulo Dantas é o candidato à sucessão de Renan Filho

Blog, Marcelo Firmino
O fim de semana que passou não deixou mais dúvidas quanto ao candidato palaciano a sucessão do governador Renan Filho (MDB). Acompanhado do senador Renan Calheiros, o governador esteve na região norte do Estado entregando obras e, com eles, estava o deputado estadual Paulo Dantas. Claro que poderia ter sido apenas o cumprimento natural de uma agenda que envolve representantes do Executivo e do Legislativo. Mas, do norte, em pleno Dia da Consciência Negra, eles subiram juntos à Serra da Barriga, para reverenciar a memória de Zumbi dos Palmares. E ficaram juntos: O governador Renan Filho, o senador Renan e o deputado Paulo Dantas. Mais emblemático que isso só mesmo o sorriso de satisfação da comitiva, em meio a energia poderosa que emana do solo sagrado de Zumbi. Energi
Renan: PEC dos precatórios é atentado contra o presente e futuro do País

Renan: PEC dos precatórios é atentado contra o presente e futuro do País

Blog, Marcelo Firmino
A Câmara dos Deputados deve votar nesta quarta-feira, 3 de novembro, a PEC dos precatórios, em meio a uma grande expectativa dos professores que poderão ficar sem o dinheiro a que têm direito em 2022 e com 40% a menos em 2023. A PEC sofre intensa campanha de reação de parlamentares de oposição, como senador Renan Calheiros (MDB), que tem acusado Bolsonaro de querer dar calote nos professores e demais credores, com puro objetivo eleitoreiro. Nas redes sociais, o senador disse que o Brasil não pode dar um imenso calote em estados e municípios "para financiar a obsessão de Bolsonaro". Segundo ele, a obsessão é acabar com o Bolsa Família "e criar um programa fake só para chamar de seu". Em postagem recente, Renan Calheiros disse que a PEC dos precatórios é um atentado contra o
Flávio Bolsonaro manda recado a Renan: ‘o caso agora é pessoal’, ameaçou

Flávio Bolsonaro manda recado a Renan: ‘o caso agora é pessoal’, ameaçou

Blog, Marcelo Firmino, Política
Filho de Jair Bolsonaro, o senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ) mandou um recado ao relator da CPI da Covid-19, Renan Calheiros (MDB-AL). -O caso com ele agora é pessoal. -Foi o que disse a outros senadores e interlocutores, segundo o jornalista brasiliense Guilherme Amado. Se o caso é pessoal, que o senador alagoano se previna. O senado já tem precedentes criminoso em plenário. É fato. Exatamente em 1963,  quando o pai do senador Fernando Collor, então senador alagoano Arnon de Mello, sacou da cintura seu  Smith Wesson 38 e, na tentativa de matar o também alagoano Silvestre Péricles, baleou e matou o senador Jose Kairala, do Acre. Mas hoje, nesse Brasil sombrio, não se sabe até onde vai "o caso pessoal" do senador carioca contra o senador alagoano. Contudo,  vale lembrar que
Delegado não é jagunço e PF não tem competência para indiciar senador, diz Renan

Delegado não é jagunço e PF não tem competência para indiciar senador, diz Renan

Blog, Marcelo Firmino
O senador Renan Calheiros (MDB-AL), relator da CPI da Covid-19, passou a ser alvo direto do governo Jair Bolsonaro. Tanto que a Polícia Federal foi orientada a investigá-lo e indiciá-lo. Calheiros reage e diz que a PF não competência para indiciar um senador   A PF cumpriu à risca a determinação e indiciou o senador por corrupção passiva e lavagem de dinheiro. A alegação é de que ele teria recebido R$ 1 milhão em propina da Odebrecht em 2012. Curiosamente, o inquérito só foi concluído agora. Estranha coincidência – Renan Calheiros está convencido que essa investida do governo contra ele não é apenas uma estranha coincidência. Mas uma real perseguição do Palácio do Planalto, devido os resultados da CPI que hoje assombra o presidente Jair Bolsonaro, a partir das reve
Renan Filho não vai 5ª ao viaduto, obra construída com recursos dos governos Dilma e Temer

Renan Filho não vai 5ª ao viaduto, obra construída com recursos dos governos Dilma e Temer

Alagoas, Blog, Marcelo Firmino
Licitada em 2016 e com recursos empenhados no governo Dilma Roussef, a construção do viaduto no trevo da Polícia Rodoviária Federal, em Maceió, foi entregue ao Consórcio Rotatória Rodoviária (S. A. Paulista/Astec), que recebeu um aporte de R$ 23 milhões para iniciar a obra. Nessa época o senador Renan Calheiros foi quem conseguiu os recursos junto ao governo petista. Dilma sofreu em seguida o impeachment e a obra foi continuada pelo então presidente Michel Temer que, em dezembro de 2017, liberou mais R$ 46,3 milhões para a construção do viaduto. Temer concluiu o orçamento de um total de quase R$ 80 milhões em 2018. Entre 2017 e 2018, a liberação dos recursos foi capitaneada e alardeada pelo então ministro dos Transportes, Maurício Quintella. Para o governo do Estado, a obra
Bolsonaro liga para Renan Filho diz que CPI é inoportuna e quer conversar com Renan

Bolsonaro liga para Renan Filho diz que CPI é inoportuna e quer conversar com Renan

Blog, Marcelo Firmino
Se é fato que quem não deve não teme, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) está praticamente sem conseguir dormir com a CPI da Covid. Muito mais ainda com o fato do senador Renan Calheiros (MDB-AL) ser o relator da comissão. Segundo o Jornal de Brasília, o presidente entrou numa ofensiva para tentar minimizar danos na CPI. Como não conseguiu evitar que o senador alagoano fosse o relator, resolveu agir de uma forma mais conciliadora. E o que fez? De acordo com o JBr, ele fez um aceno ao congressista, na última terça-feira, 20. Diz o jornal que Bolsonaro telefonou para o governador Renan Filho (MDB) pediu para que ele conversasse com o pai senador e avisou que mais tarde iria fazer contatos com o próprio Renan Calheiros. Na conversa, Bolsonaro disse que a instalaçã
Flávio Bolsonaro quer o alagoano Humberto Martins no STF em julho

Flávio Bolsonaro quer o alagoano Humberto Martins no STF em julho

Blog, Marcelo Firmino
Ex-presidente da seccional da OAB e em seguida indicado como desembargador para compor o Tribunal de Justiça de Alagoas, Humberto Eustáquio Martins, hoje ministro presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), é a bola da vez no âmbito da família Bolsonaro. Martins caiu nas graças do senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ) - o homem que responde na justiça por corrupção no caso da "rachadinhas" da Assembleia Legislativa do Rio - e já é o nome mais forte para substituir o ministro Marco Aurélio Mello, no Supremo Tribunal Federal (STF). A mudança no STF deve ocorrer em julho próximo, quando Aurélio Mello, que é primo do senador Fernando Collor, estará se aposentando do judiciário brasileiro. Segundo a colunista Bela Megale, de O Globo, Humberto Martins sofre restrições da ala evang
Renan Calheiros volta à luta no centro do poder e quer comandar a CCJ

Renan Calheiros volta à luta no centro do poder e quer comandar a CCJ

Blog, Marcelo Firmino, Política
O senador Renan Calheiros (MDB) volta ao cenário político como alta liderança no Congresso, logo depois de Arthur Lira (PP) ter sido eleito presidente da Câmara dos Deputados. Calheiros, que havia se auto clausurado na planície do poder, agora volta a emergir e vai disputar o comando da Comissão de Constituição e Justiça do Senado. Ele chega à disputa depois de ter sido escolhido como o líder da maioria na casa, hoje presidida pelo senador do DEM, Rodrigo Pacheco, um aliado de Jair Bolsonaro. O detalhe é que o senador alagoano vai reeditar o embate com Davi Alcolumbre (DEM-RR), também candidato a comandar a CCJ, por onde passam as principais decisões do Congresso, para o bem ou para o mal do País. E por meio do Twitter, o senador mandou um recado - considerado sutil, para u
Renan Calheiros diz que MDB virou “um bando com fim melancólico”

Renan Calheiros diz que MDB virou “um bando com fim melancólico”

Blog, Marcelo Firmino
O senador Renan Calheiros(MDB-AL) disse nesta sexta-feira, 29, via redes sociais, que o seu partido virou um "bando". A declaração foi feita após a candidata da legenda a presidência do Senado, Simonte Tebet, ter sido abandonada pela maioria dos colegas. "Viramos um bando. Deixamos de ser partido.” Disse Renan quando a maioria da bancada decidiu apoiar o candidato Rodrigo Pacheco (DEM-MG), que é o nome indicado pelo presidente da República, Jair Bolsonaro. A traição dos senadores  se deu em troca dos cargos oferecidos pelo Presidente da República para garantir a eleição de Pacheco, cumprindo assim o ritual do fisiologismo escancarado. Segundo Calheiros, a bancada passou a mendigar "carguinhos como favor" se rebaixando a "um fim melancólico". Embora colegas de partido,