29 de novembro de 2021Informação, independência e credibilidade
Cotidiano

Vídeo: Ato “Mulheres que lutam” reúne duas mil famílias em Maceió

Caminhada em protesto contra feminicídio e Reforma da Previdência conta com carro de som, com gritos de ordem, faixas e bandeiras

Um grande ato em Maceió marcou o Dia Internacional da Mulher, celebrado nesta sexta-feira (8). Aproximadamente duas mil famílias partiram da Praça Deodoro em manifesto aos direitos sociais das mulheres. Só em janeiro deste ano, 119 foram mortas e outras 60 sofreram tentativas de feminicídio.

O “Mulheres que lutam” exigiu a criação de Delegacias da Mulher no interior de Alagoas (estas existem apenas em Maceió e Arapiraca) e mais políticas públicas. Elas repudiaram ainda a idade para aposentadoria das mulheres na Reforma da Previdência.

A caminhada em protesto conta com carro de som, com gritos de ordem, faixas e bandeiras, usadas por representantes dos Movimentos dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) e de Libertação dos Sem Terra (MLST), Via do Trabalho e CPT.