5 de março de 2024Informação, independência e credibilidade

Dia: 24 de outubro de 2023

Senado chega a uma conclusão: ‘Bets’ podem viciar e ser usadas para manipular jogos

Senado chega a uma conclusão: ‘Bets’ podem viciar e ser usadas para manipular jogos

Política
Em mais de seis horas e meia de debate nesta segunda-feira (23), audiência pública da Comissão de Esporte (CEsp) mostrou que as apostas esportivas conhecidas como bets podem causar vício nos apostadores, prejudicando completamente sua saúde. Além disso, afirmaram os debatedores, essas apostas são usadas por criminosos para lavagem de dinheiro e manipulação de resultados de jogos. Os senadores Jorge Kajuru (PS-GO), Eduardo Girão (Novo-CE) e Paulo Paim (PT-RS) revezaram-se na condução do debate. Kajuru é vice-presidente da CEsp, onde o relator do projeto de lei que regulamenta as apostas esportivas de quota fixa (PL 3.626/2023) é o senador Romário (PL-RJ). A proposta estabelece regras para autorização à operação dos sistemas de apostas, para a publicidade desses jogos e  para o
TSE começa a julgar ações contra Bolsonaro por abusos no 7 de setembro

TSE começa a julgar ações contra Bolsonaro por abusos no 7 de setembro

Justiça
O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) começa a julgar nesta terça-feira (24) três ações contra a conduta do ex-presidente Jair Bolsonaro durante as comemorações de 7 de setembro de 2022. A sessão está prevista para começar às 19h. As sessões dos dias 26 e 31 deste mês também foram reservadas para o julgamento do caso. Nas ações, o PDT e a senadora Soraya Thronicke (Podemos-MS) acusam Bolsonaro de utilizar as comemorações do Bicentenário da Independência para promover sua candidatura à reeleição nas eleições de outubro do ano passado. Conforme a acusação, Bolsonaro usou o 7 de setembro para realizar atos de campanha, utilizando o palanque e a transmissão oficial da TV Brasil para conclamar apoiadores a votarem nele. Para o partido, o ex-presidente usou a "máquina pública em benefíci
Rui Palmeira pode ser o novo nome governista para concorrer contra JHC em Maceió

Rui Palmeira pode ser o novo nome governista para concorrer contra JHC em Maceió

Blog, Marcelo Firmino
O ex-prefeito de Maceió, Rui Palmeira, atual Secretário de Intraestrutura do Estado, passa a ser observado com outros olhos pelas lideranças do MDB alagoano, quando são colocadas no tabuleiro as ideias e estratégias sobre as eleições municipais do próximo ano. Os emedebistas querem desbancar o atual prefeito JHC (PL) no processo da reeleição. Para isso buscam um candidato que possa unir e seja de fato competitivo na corrida eleitoral. Rui Palmeira tem se apresentado como o nome ideal por transitar na mesma faixa do eleitorado de JHC e ter amplas relações com parte da elite maceioense, que o acompanhou e o apoiou nas eleições que disputou, inclusive para a Prefeitura. O ex-prefeito chamou a atenção ainda mais depois do discurso que fez na entrega das casas do conjunto Mário Pei
Prefeitura de Maceió lança site do Hospital da Cidade para transparência administrativa

Prefeitura de Maceió lança site do Hospital da Cidade para transparência administrativa

Expresso
A partir desta terça-feira (24), a população alagoana terá acesso a todos os processos administrativos envolvendo a aquisição do Hospital da Cidade, o primeiro da história da Prefeitura de Maceió. O portal hc.maceio.al.gov.br, reunirá todos os passos da aquisição e desapropriação do complexo hospitalar até a transição da gestão do privado para o público. Segundo o prefeito JHC, a iniciativa é para tirar todas as dúvidas da população quanto à legalidade na oferta de serviços gratuitos do novo hospital. "O Hospital da Cidade trará para Maceió o que há de mais moderno no tratamento de doenças cardiovasculares e diagnósticos. Esse canal cumpre com o papel dessa gestão que é pautada na transparência e diálogo com a população", destacou JHC.
Sertão de Alagoas está em alerta por Baixa Umidade

Sertão de Alagoas está em alerta por Baixa Umidade

Alagoas
A previsão do tempo indica umidade relativa do ar abaixo de 20% desta segunda-feira (23) até, pelo menos, quinta-feira (26), no Sertão e Sertão do São Francisco. Os dados são da Superintendência de Prevenção em Desastres Naturais (Spden), vinculada à Secretaria de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos de Alagoas (Semarh). A presença de um sistema de alta pressão e uma massa de ar seco e quente sobre Alagoas estão prejudicando a formação de nuvens, favorecendo a incidência de radiação ultravioleta em índices elevados, principalmente no Sertão e Sertão do São Francisco. As áreas afetadas podem enfrentar um aumento no potencial de incêndios em pastagens e florestas, além da elevação da evaporação, diminuindo as reservas hídricas. Há também riscos à saúde humana, incluindo
Milícia, formada por ex-policiais, toca o terror no Rio de Janeiro e apavora população

Milícia, formada por ex-policiais, toca o terror no Rio de Janeiro e apavora população

Violência
A milícia, organização criminosa formada por policiais expulsos da corporação e com aliados poderosos junto as forças de segurança, toca o terror no Rio de Janeiro, deixa a população apavorada e as autoridades perdidas. O Rio de Janeiro é uma cidade dominada pelas organizações criminosas, que controlam serviços em áreas vulneráveis e, além disso, comandam o tráfico. Nessa empreitada estão os tradicionais grupos do PCC e Comando Vermelho, bem como os milicianos, considerados poderosos pelas ligações que têm com autoridades da velha "cidade maravilhosa". A morte do miliciano Matheus da Silva Rezsende, mais conhecido como “Faustão” e “Teteu”, desencadeou a série de ataques contra ônibus nesta segunda-feira, 23. Faustão morreu durante confronto com policiais na comunidade Três Pontes
Estudo científico diz que poluição do ar pode elevar risco de câncer de mama

Estudo científico diz que poluição do ar pode elevar risco de câncer de mama

Saúde
Um estudo apresentado no congresso da Sociedade Europeia de Oncologia Médica (Esmo 2023), que se encerra nesta terça-feira, 24, em Madri (Espanha),revela que mulheres que residem e trabalham em áreas com níveis mais elevados de poluentes têm uma probabilidade 28% maior de desenvolver o câncer de mama, em comparação com aquelas que moram em locais com o ar menos contaminado. O estudo pioneiro é mais importante  sinal que lança luz sobre uma preocupante associação entre a exposição à poluição atmosférica por partículas finas e o aumento do risco de câncer de mama. E para os especialistas é muito que um sinal. É, de fato, um marco na compreensão dos fatores de risco da doença. "Os nossos dados mostraram uma associação estatisticamente significativa entre a exposição a longo prazo à