27 de junho de 2022Informação, independência e credibilidade
Maceió

Bebedouro: Defesa Civil faz vistorias em casas

Relação de imóveis com avarias foi apresentada na noite de terça-feira durante encontro com moradores do bairro

Técnicos da Defesa Civil de Maceió retomaram as vistorias a residências que registram fissuras em paredes e pisos localizadas no bairro de Bebedouro. Uma relação de imóveis com avarias foi apresentada na noite de terça-feira (2) durante encontro com moradores do bairro.

Organizada pelo vereador Francisco Salles (PPL), a reunião contou com a participação do vice-prefeito Marcelo Palmeira, do secretário-adjunto especial de Defesa Civil de Maceió, Dinário Lemos, e da secretária municipal de Assistência Social, Celiany Rocha. Marcelo Palmeira informou que durante o encontro com os moradores, foram apresentadas propostas para o atendimento.

“Estive ontem no bairro ouvindo os moradores e atendemos a principal solicitação deles, que era a retomada da vistoria da Defesa Civil. Hoje eles estiveram lá em Bebedouro e seguirão avaliando as condições dos imóveis. Além disso, uma equipe da Superintendência de Limpeza Urbana de Maceió (Slum) será enviada para um reforço da limpeza no bairro”. Marcelo Palmeira, vice-prefeito de Maceió.

Segundo Dayvisson de Lima, engenheiro da Defesa Civil de Maceió, as vistorias já vinham sendo realizadas no bairro há mais de um mês, mas de forma pontual. Agora, após a publicação do decreto de estado de calamidade pública, houve um aumento no número de visitas. “Calculo que iremos visitar uma média de 20 casas por dia, até concluirmos a programação”, afirma.

Após os primeiros levantamentos, Dayvisson Lima diz que as evidências observadas não apontam riscos de desabamentos. Além da vistoria, os técnicos da Defesa Civil conversam com os moradores sobre a situação de cada imóvel e reforçam a importância de observar o surgimento de novas fissuras ou aumento das existentes.

“Deixamos com eles o número 0800 030 6205 para que, caso haja alguma ocorrência, entrem em contato com urgência”. Dayvisson Lima, engenheiro da Defesa Civil de Maceió.