21 de setembro de 2021Informação, independência e credibilidade

Blog

É dose? Para extrema-direita, Maria da Penha é a Vilã da História

É dose? Para extrema-direita, Maria da Penha é a Vilã da História

Blog, Wagner Melo
Sabem quem é Marco Antonio Heredia Viveros? É o psicopata que tentou matar a esposa, a farmacêutica Maria da Penha, em 1983. Primeiro, um tiro de espingarda, que a deixou paraplégica. Não satisfeito, depois, ele tentou eletrocutá-la. A luta de Maria da Penha por justiça resultou na lei que leva o nome dela, sancionada em 2006, um marco na proteção às mulheres vítimas da violência. Pois, não é que a direta arrombada agora sai em defesa do marido que tentou matá-la? O deputado estadual Jessé Lopes (PSL-SC) – bolsonarista, é lógico – postou uma foto em seu Instagram ao lado do economista Marco Antonio Heredia Viveros com uma legenda, no mínimo, revoltante. Veja: Tem justificativa para o que este senhor fez? Para os doentes (sim, o bolsonarismo é uma patologia não apenas social),

A esperança é a última que morre. Mas, morre!

Blog, Wagner Melo
O momento é triste, em minha vida não lembro época tão desfavorável para ser trabalhador. A não ser nos anos 80, em que era ensurdecedor o tic-tic das maquininhas que remarcavam os preços nos supermercados. O pão do café da manhã não era comprado ao mesmo preço do pão comido no jantar. Ter carro? Coisa de poucos. Lembro dos ônibus da viação Progresso com trabalhadores fazendo viagem pendurados na porta, correndo o risco de não chegarem ao trabalho, todas as manhãs. Tempos duros, interrompidos pela gestão “comunista”, que pegou a economia cambaleando, porém estável, da gestão tucana. O Plano Real, que elegeu e reelegeu FHC, deu um pouco de previsibilidade às vidas dos brasileiros. As pessoas passaram a saber o quanto pagariam num bem ou produto nos dias seguintes, pois, a inflação est
Eleitor que vender voto vai responder processo por corrupção eleitoral

Eleitor que vender voto vai responder processo por corrupção eleitoral

Blog, Marcelo Firmino, Política
Enquanto parte da sociedade brasileira mantém a ideia fixa nas idiotices palacianas, em Brasília, o parlamento segue ampliando sua estrada para a impunidade dos seus integrantes. E isso está mais claro no novo Código Eleitoral que está para ser votado na Câmara dos Deputados na próxima quinta-feira. No item compra de votos, o novo código propõe tipificar  o eleitor que vende o voto como corrupto. Assim, se o código for aprovado, quem for denunciado por ter vendido o voto para algum parlamentar será processado por crime eleitoral. Em outro item, a proposta atenua a situação de parlamentares e partidos flagrados no crime de "boca de urna" e transporte irregular de passageiros. A proposta em discussão pelos parlamentares descriminaliza o transporte irregular de eleitores da
Os idiotas querem feijão, mas a bestialidade humana alimenta os fanáticos

Os idiotas querem feijão, mas a bestialidade humana alimenta os fanáticos

Blog, Marcelo Firmino
Em menos de 1 ano o arroz e o feijão tiveram uma alta de 60%, de acordo com dados do Índice Nacional de Preços ao Consumidor INPC). Com 15 milhões de desempregados no País são poucos os que podem comprar feijão para colocar na mesa, no dia a dia. Pior ainda é saber que no Brasil há quase 20 milhões de pessoas passando fome, segundo dados do Inquérito Nacional sobre Insegurança Alimentar no Contexto da Pandemia da Covid-19, da pela Rede Brasileira de Pesquisa em Soberania e Segurança Alimentar (Rede Penssan). E a extrema pobreza quase triplicou, passando de 4,5% da população para 12,8%, em 2021. Ou seja, a miséria bate à porta dos brasileiros em uma conjuntura de descontrole da economia. O Tsunami social que pegou o Brasil tem nome e escapar das consequências é que será o pr
Muito além da energia estão o desaforo e o mau caratismo: eis o problema

Muito além da energia estão o desaforo e o mau caratismo: eis o problema

Blog, Marcelo Firmino, Política
Primeiro disseram que precisavam fazer uma reforma da previdência para melhorar a vida das empresas e gerar mais emprego. Ninguém se tocou, mas hoje sabe que se ferrou. Depois eles disseram que para gerar milhões de emprego no País, teriam que fazer a reforma trabalhista. Fez-se. Veio então a precarização das relações de trabalho, acabaram com direitos dos empregados e o desemprego só aumentou. São quase 15 milhões de desempregados no País e a fome nas vidas de muitos. Mas,  acharam pouco e editaram uma Medida Provisória - MP 1045 - que reduz salários, acaba com o 13º e férias remuneradas e reduz ainda mais a proteção dos direitos trabalhistas. Tudo isso em nome da geração de empregos. No entanto, os postos de trabalho que surgiram foram Uber e I food. De repente, um

Trinta anos depois, bebê do Nirvana volta a nadar atrás do dólar

Blog, Wagner Melo
O bebê da capa do icônico álbum Nevermind, do Nirvana, cresceu. A parte do corpo dele que mais aumentou, proporcionalmente, foi o olho. Tanto que ele o pôs numa grana preta caso vença o processo que move contra a banda e as gravadoras, por exploração sexual infantil. Aos quatro meses de idade, ele aparece nu, debaixo d’água, sendo “fisgado” por um anzol onde a isca é uma nota de um dólar. Parece que trinta anos depois – o álbum foi lançado em 1991 – Spencer Elden continua nadando atrás da grana. Ele quer US$ 150 mil (cerca de R$ 787 mil) de cada uma das partes acusadas no processo e que seu caso seja analisado por um júri. No total, são 15 réus, como os membros da banda e a viúva de Kurt Cobain, Courtney Love, além da gravadora que lançou e distribuiu o disco. As alegações dos
Ser ou não ser continua sendo o dilema de Renan Filho, hoje

Ser ou não ser continua sendo o dilema de Renan Filho, hoje

Blog, Marcelo Firmino
Ser ou não ser é a tormenta mais latente vivida nos dias atuais pelo governador Renan Filho. Ele quer ser, mas ainda é cedo para decidir. Enquanto isso, segue sonhando com uma vaga no Senado Federal em 2023. Mas, para isso precisa se candidatar a essa vaga e disputar as eleições de 2022. E aí, eis a questão. Deixando o governo em abril do próximo ano,  o substituto será o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Marcelo Victor que, segundo os bastidores, tem ligações com o bloco do presidente da Câmara, deputado Arthur Lira (PP). E vem o dilema: Como Victor trataria Renan Filho durante a campanha para o Senado? Como aliado ou um adversário de Lira? As questões estão na mesa e continuam sendo pontos de interrogação no palácio, que ainda vê outra história incômoda
No Brasil sem governança, Centrão pede e ganha mais 4 ministérios

No Brasil sem governança, Centrão pede e ganha mais 4 ministérios

Blog, Marcelo Firmino, Política
Na crise de governança sem precedentes na vida republicana, o Centrão assume o comando do País e está prestes a ocupar mais 4 ministérios. A informação foi veiculada pelo colunista de O Globo, Lauro Jardim. Segundo ele, ainda não há definição de quais novas pastas seriam entregues ao Centrão, que já comanda o Ministério da Saúde, Casa Civil, Comunicações e a Secretaria de Governo, esta última nas mãos Ciro Nogueira, o presidente do PP. Por isso mesmo, Jardim deixa claro que o bloco político de Ciro Nogueira e Arthur Lira assumiu de vez o controle das ações palacianas e já declarou que não deixa o governo tão cedo. O Centrão descobriu que é fácil tomar conta de tudo em um País praticamente desgovernado. Resta, portanto, tirar proveito da situação em meio ao caos estabelecido
Incapaz, Bolsonaro aposta na ruptura para posar de vítima

Incapaz, Bolsonaro aposta na ruptura para posar de vítima

Blog, Marcelo Firmino
Já revelado incapaz para conduzir os destinos do País, o presidente Jair Bolsonaro aposta todas as suas fichas no tensionamento com o Supremo Tribunal Federal (STF), para manter em alta a histérica atuação de seus apoiadores nas redes sociais. Tanto que não se incomodou em aprofundar a crise com o STF, quando pediu no Senado o impeachment do ministro Alexandre Moraes. O supremo, como era de se esperar, reagiu com nota oficial defendendo o ministro e disse não tolerar que um magistrado seja acusado por suas decisões, fora do processo recursal. O Brasil é hoje um País na berlinda, com sua democracia afrontada diariamente por mentes alopradas, mergulhado numa crise política, institucional e econômica, sem precedentes, e com um presidente da República que investe ainda mais no cao
Cavalo: O cinema alagoano nas telonas do Brasil

Cavalo: O cinema alagoano nas telonas do Brasil

Blog, Por Elas
Werner Bagetti e Raphael Barbosa - Cavalo - Foto: FivulgaçãoA reabertura recente dos cinemas, depois de mais de um ano fechados por causa da pandemia, trouxe algumas novidades, em especial para os alagoanos, com a estreia de Cavalo, uma produção local focada na busca da ancestralidade cultural e religiosa afro-brasileira, já exibido em alguns festivais e desde a semana passada ocupando a telona em vários cinemas nacionais, com boa e qualificada avaliação. Só pra citar alguns: “Fiquei impressionado com a ausência de retórica e de demagogia em sua narrativa, além da pura beleza e da qualidade técnica da obra. Vários momentos me emocionaram. O filme me encantou! As cenas finais, quase sempre sob a chuva, são inesquecíveis” – Cacá Diegues / cineasta. “Um filme-dança que inve