17 de agosto de 2022Informação, independência e credibilidade

Blog

No vídeo: Uma jovem esmurrada barbaramente ou a perda provisória da consciência do agressor?

No vídeo: Uma jovem esmurrada barbaramente ou a perda provisória da consciência do agressor?

Blog, Marcelo Firmino, Policia
O doutor Raimundo Palmeira é um criminalista experiente e brilhante em sua carreira. E como tal tratou de se antecipar na defesa de um policial militar que agrediu uma mulher de forma bárbara e repugnante, em um  posto de combustível, em Maceió, esta semana. É claro que o agressor tem seu direito à defesa. Mas, o que o advogado pontuou antecipadamente na mídia foi uma hermenêutica jurídica  que diz "dê-me o fato e dar-te-ei o direito". E no caso específico "o fato" que convém para fazer a defesa de um agressor incontinente. É papel do advogado defender o cliente por meio de normas e estratégias que, muitas vezes, até escondem os fatos. E, claro, não se diz aqui que o nobre advogado assim o fez ao levantar o argumento da "perda provisória de consciência" do agressor. Mas, qu
Órgãos de Inteligência suspeitam de ataques terroristas no 7 de Setembro

Órgãos de Inteligência suspeitam de ataques terroristas no 7 de Setembro

Blog, Wagner Melo
A extrema-direita conservadora continua com seu projeto de atraso para o Brasil. Enquanto o mundo caminha para o metaverso, estamos ainda na década de 1960, no auge da “guerra contra o comunismo”, que já era uma das bandeiras de luta de Hitler na Alemanha, na década de 1930. Agora, os órgãos de inteligência investigam a possibilidade de termos outro episódio semelhante ao do Riocentro, registrado em 1981. Na noite de 30 de abril daquele ano, o Exército e a Polícia Militar do Rio de Janeiro planejaram um ataque terrorista para incriminar grupos de oposição à Ditadura Militar e recrudescer o regime, além de retardar a reabertura democrática no Brasil. Felizmente, a bomba explodiu antes do planejado e o sargento do Exército Guilherme Pereira do Rosário, de 35 anos, que a trazia no c
Ronaldo Lessa vice de Paulo Dantas: o lado de lá perdeu o bonde da democracia

Ronaldo Lessa vice de Paulo Dantas: o lado de lá perdeu o bonde da democracia

Blog, Marcelo Firmino
O ex-governador de Alagoas e atual vice-prefeito de Maceió, Ronaldo Lessa (PDT), assumiu a condição de pré-candidato a vice na chapa de Paulo Dantas, que vai disputar o governo do Estado. Para Lessa a tomada de decisão não foi simples, mas ele destaca que não poderia ter sido diferente no atual momento em que a democracia está ameaçada e o retrocesso político tem pontuado no País. Ao ser questionado pelo ÉAssim sobre o sentimento de ter rompido com o grupo do prefeito JHC (PSB), bem como o fator motivador para assumir a aliança política com o MDB, Lessa se manifestou com tristeza. Ele destacou que no primeiro momento foi muito sentido por conta do senador Rodrigo Cunha, candidato a governador pelo União Brasil, que "foi muito correto comigo". Já num segundo momento, observo
Considerado e o chiqueiro do Bozo com ouro em barra,  segundo a Cega Dedé

Considerado e o chiqueiro do Bozo com ouro em barra, segundo a Cega Dedé

Blog, Pequeno Polegar
Considerado senta-se à mesa para tomar uma jarra de vitamina de abacate, mas de olhos grudados no celular. Sua tarefa é acompanhar as redes sociais e os sites de sua preferência. Em determinado momento faz uma zoada que assusta a vó Nildinha e a atenta Cega Dedé. Isso depois de arregalar os olhos na leitura de um Twitter. E aí lascou a exclamação: "Eita porra!" -Que é isso seu desnaturado? - Recrimina a avó, mas também curiosa para saber o que ele viu de interessante no celular. Ele então de sorriso aberto responde: -É aquele ex-ministro da Educação de nome estranho, vó. O tal de Abrahão... -Abrahão, não, seu desmiolado. O nome dele é Abraham Weintraub. Trata-se de  um nome de origem hebraica. - Reagiu Nildinha exibindo seu saber de professora aposentada.  Ainda assim quis
A foto da semana: Quando os opostos se encontram

A foto da semana: Quando os opostos se encontram

Blog, Marcelo Firmino
Em meio às complexidades e exigências do mundo atual, a política quando exercida com a devida urbanidade se transforma em um instrumento capaz de vencer barreiras. E ainda eleva o exercício da cidadania. A foto da semana é do fotógrafo Tanino Silva. Foi batizada de "quando os opostos se encontram em tempos de exacerbada polarização".  Nela, estão em primeiro plano, o governador Paulo Dantas (MDB), o deputado federal Paulão (PT), apoiadores da candidatura de Lula, para presidente da República; e o senador Fernando Collor (PTB), pré-candidato ao governo do Estado, além do vereador de Maceió, Leonardo Dias (PL), ambos apoiadores de Bolsonaro. Agora a legenda da foto fica por conta de cada um.          
Embromação da ‘nova política’ no País atrapalhou os planos de Rodrigo e Rui

Embromação da ‘nova política’ no País atrapalhou os planos de Rodrigo e Rui

Alagoas, Blog, Marcelo Firmino
Após o golpe sofrido no Planalto pela então presidente Dilma Rousseff (PT), em 2016, grande parte da sociedade e dos políticos passaram a falar de uma nova política no País, como uma promessa de que o futuro dos brasileiros seria maravilhoso. A novidade ecoou pelos quatro cantos e o que surgiu foi o desejo mórbido de muitos de retorno aos tempos da Idade Média, com um agudo viéis de beligerância. Assim, se instalou no Brasil uma espécie de dualismo político nesse cenário, com a favor e contra a esse norte forjado pós impecahment de Dilma Rousseff. Novos políticos estão em toda parte, mas a maioria segue as tradições familiares que cultuam as velhas práticas. Não foram poucos os que aderiram na eleição passada à ideia de que o "admirável mundo novo" estava se espalhando, mas
De olho nos votos, Collor quer loja da Havan em Arapiraca

De olho nos votos, Collor quer loja da Havan em Arapiraca

Blog, Marcelo Firmino, Política
A todo vapor na campanha eleitoral, o senador Fernando Collor fez da inauguração da loja Havan, em Maceió, neste sábado, 23,  uma espécie de festa de lançamento de candidatura. Na disputa pelo governo do Estado, Collor não apenas foi acolhido pelo dono da loja, Luciano Hang, como ainda montou estrutura no local para adesivaço de carros com material de campanha dele e de Jair Bolsonaro. Mas, não ficou nisso. De olho nos votos do principal colégio eleitoral alagoano, após a capital, ele ainda fez um pedido ao chamado "Véio da Havan": A construção de uma loja em Arapiraca. No vale tudo eleitoral, um pedido ou uma promessa a mais faz parte do jogo. E nisso, sua excelência é escolado.
Pedetistas para Ronaldo Lessa: ‘Hoje na Prefeitura nem café frio lhe é servido’

Pedetistas para Ronaldo Lessa: ‘Hoje na Prefeitura nem café frio lhe é servido’

Blog, Marcelo Firmino
O governador Paulo Dantas convocou para esta quinta-feira, 21, uma coletiva de imprensa para tratar da redução dos índices de violência em Alagoas, mas cancelou. Deixou que o Secretário de Segurança, Flávio Saraiva, tratasse disso com o Secretário de Comunicação, Joaldo Cavalcante. A prioridade de Dantas hoje é definir quem será o seu candidato a vice para a disputa das eleições de 2 de outubro. A preferência é o atual vice-prefeito de Maceió, Ronaldo Lessa (PDT), que já foi conversado, mas não se decidiu ainda. Pressionado pelo Palácio do Zumbi dos Palmares e mais ainda pelo prefeito JHC e seu grupo, Lessa decidiu sair de Maceió. Aproveitou o momento e foi acompanhar a convenção nacional do seu partido que referendou o nome de Ciro Gomes, como candidato a presidente da Rep
Capa do Correio do Povo merece um Oscar

Capa do Correio do Povo merece um Oscar

Blog, Wagner Melo
Alguém poderia dar um Oscar para quem editou a capa do Correio do Povo dessa terça-feira, 19 de julho de 2022? Logo abaixo da manchete “A diplomatas, Bolsonaro critica o sistema eleitoral”, o jornal gaúcho traz a foto em destaque de um boi, alusiva à matéria sobre pecuarista que transportava o gado numa Kombi. Para bom entendedor, a mensagem subliminar basta. Ao mentir descaradamente para representantes diplomáticos de dezenas de países, além de desmoralizar o Brasil internacionalmente, o  pré-candidato cometeu uma série de crimes. Porém, o gado segue satisfeito e idolatrando o projeto de ditador que esperamos ficar só no projeto mesmo.
A “arruaça institucional” de Bolsonaro e o silêncio de Arthur Lira e PGR

A “arruaça institucional” de Bolsonaro e o silêncio de Arthur Lira e PGR

Blog, Marcelo Firmino, Política
"Não podemos realizar eleições sob o manto da desconfiança". Disse Jair Bolsonaro (PL) aos embaixadores nesta segunda-feira, 18, no Palácio do Planalto. A desconfiança é meramente dele e de outros aloprados que o cercam. Isso, verdadeiramente, ecoa como um atentado à democracia e ao estado democrático de direito, transmitido para representantes legais de outros países. É como se ele estivesse a dizer-lhes que vai dar um golpe para não ter eleição, ou para não aceitar o resultado adverso que sair das urnas. Bolsonaro é um sujeito avesso à democracia que mente, de forma descarada, para que prevaleça seu status de poder, o qual emergiu à base da ignorância, da intolerância e das constantes ameaças às instituições nacionais. A repercussão de sua fala, dentro e fora do País,