26 de outubro de 2020Informação, independência e credibilidade
Política

Bolsonaro diz que acabou com Lava Jato por não ter mais corrupção no governo

Mais de 400 investigações continuam em curso na Operação

O presidente Jair Bolsonaro teve a audácia de dizer nessa tarde (7) que acabou com a operação Lava Jato porque “não existe mais corrupção no governo”. O discurso ocorreu durante cerimônia de lançamento do programa Voo Simples, no Palácio do Planalto, em Brasília.

“Queria dizer a essa imprensa maravilhosa nossa que eu não quero acabar com a Lava Jato… Eu acabei com a Lava Jato, porque não tem mais corrupção no governo. Eu sei que isso não é virtude, é obrigação. Para nós, fazemos um governo de peito aberto”. Jair Bolsonaro, presidente.

Ou seja: os R$ 89 mil que Queiroz depositou na conta de Michelle Bolsonaro, primeira-dama que recebeu em seu programa, sem licitação, milhões que seriam usados contra o coronavírus, e os repassou para ONGs aliadas de Damares, os ministros envolvidos com Laranjas, o gabinete do ódio, as movimentações milionárias em dinheiro vivo, o uso político da Polícia Federal…

Como ainda conseguir acreditar que não há mais corrupção?

Encerramento

A prerrogativa de encerrar a Lava Jato não é do Poder Executivo, mas da PGR (Procuradoria-Geral da República (PGR). A possibilidade de encerramento da força-tarefa de Curitiba em janeiro de 2021, como previsto pela PGR, lança incertezas sobre o futuro de uma série de investigações ainda em andamento e tem mobilizado procuradores da equipe a agir pela continuidade da operação

O procurador da Lava Jato Roberson Pozzobon disse, em entrevista à CNN Brasil em setembro, que “é impossível” encerrar até janeiro as mais de 400 investigações em curso na Operação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.