22 de maio de 2022Informação, independência e credibilidade
Blog

Bolsonaro: um mitomaníaco que mente e acredita na mentira que diz

Depois de mentir sobre conversa de duas horas pelo telefone com Putin, ele foi desmentido pelo Itamaraty

A conversa por telefone que não houve virou meme pelo País

Está mais do que claro para o mundo inteiro que o presidente brasileiro Jair Bolsonaro (PL), além de ser completamente sem noção e bufão, é ainda um mitomaníaco.

Sua última história de dizer durante entrevista coletiva, neste domingo, 28, que conversou por duas horas, “agora a pouco”, com o presidente Vladimir Putin, da Rússia, expôs ainda mais o caráter de um homem que mente compulsivamente a acredita na mentira que diz.

Imagine em plena guerra com a Ucrânia, ele o autocrata Putin batendo longo papo pelo telefone? A que ponto chegou o País com uma liderança que sequer sabe o que diz?

O ridículo foi tão grande durante a coletiva à imprensa no Guarujá, onde ele está mais uma vez de férias, que o Itamaraty se apressou para desmentir o próprio Presidente da República.

Segundo o Ministério das Relações Exteriores não houve conversa nenhuma de Bolsonaro com o presidente russo, neste domingo.

A única conversa que tiveram foi exatamente durante a viagem que o governante brasileiro fez a Rússia e voltou de lá dizendo que havia sido o responsável pela paz, que também não existiu.

Bolsonaro é a estupidez ambulante. Incapaz de um raciocínio lógico sobre qualquer tema.

E depois de fazer elogios ao comunista Putin, ele se diz neutro na guerra insana que assusta o mundo.