24 de junho de 2021Informação, independência e credibilidade
Blog

CBF: recheada de dinheiro e de caboclos flagrados na corrupção

A imoralidade do assédio sexual é apenas uma faceta exposta no antro que é a entidade

CBF: presidente afastado por assédio sexual

Uma mulher corajosa denuncia um caboclo da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) por assédio sexual, constrangimento, entre outras tristezas que ele a fez passar.

Esse caboclo é o presidente da entidade, o senhor Rogério, que foi afastado temporariamente do cargo pelos próprios “parças”. Embora, ele tenha chamado a todos de “traidores” no ato da decisão.

Mas o fato é que os “caboclos” na CBF são muitos.

A entidade, na verdade, é um antro de malfeitores e corrupção, historicamente falando.

A Confederação é uma entidade antidemocrática, sem zelo com a transparência e costuma enriquecer ilicitamente os seus.

Tanto que 3 presidentes, na última década, foram afastados por corrupção, após investigação do FBI, que inclusive prendeu lá no EUA o ex-presidente José Maria Marin.

A CBF sempre foi controlada por homens com o rito da Tradição, Família e Propriedade. Assim, sentados nos milhões arrecadados…

Começou com o reinado de décadas de João Havelange. Ele chegando aos 90 anos de idade passou, então, o comando para o genro Ricardo Teixeira, que foi afastado por corrupção. Teixeira saiu, mas indicou o amigo José Maria Marin como sucessor, corrupto preso pelo FBI. Mesmo na prisão, Marin indicou presidente seu secretário Marco Polo Del Nero, que logo foi também flagrado na safadeza. Mas, não parou: indicou para seu lugar o Caboclo Rogério.

Sempre foi assim: o rei deposto coloca um amigo no posto.

Essa, portanto, é uma história de caboclos corruptos e, praticamente impunes, considerando que até agora só Marin foi preso, por que foi lá nos Estados Unidos.

E não há ventos de mudanças nesta história. Eles se entendem nas ações criminosas com a conivência dos órgãos de fiscalização e dos próprios clubes que nunca se preocuparam em tratar de coisa séria.

Enfim,  clubes, que fazem o espetáculo do futebol, são meros espectadores. As federações, em muitos casos, controladas por mafiosos de plantão é que mantêm o status de gente como Teixeira, Marin, Del Nero e outros tantos caboclos…

Essa corriola é antiga e ao que tudo indica vai continuar sendo.