28 de maio de 2022Informação, independência e credibilidade
Maceió

Com estoque de sangue baixo, Hemoal realiza coleta de sangue em Cruz das Almas

Hemocentro necessita de 300 bolsas diárias, mas dispõe de 191

Doações de sangue visam manter estabilizado o estoque de sangue do Hemoal para atender a demanda das unidades hospitalares

Além de captar doadores de sangue no Posto de Coleta do Trapiche, o Hemocentro de Alagoas (Hemoal) realiza neste sábado (9), das 9h às 16h, coleta externa na Igreja Adventista de Cruz das Almas, localizada na rua Padre Luiz Américo Galvão, em Maceió.

A ação visa manter estabilizado o estoque de sangue do hemocentro, que necessita de 300 bolsas diárias e, nesta sexta-feira (8), dispõe de 191, o que representa 53,6% do percentual preconizado.

Caso o voluntário esteja na capital alagoana, Litoral ou Zona da Mata e não possa comparecer a Igreja Adventista de Cruz das Almas, ele pode ser dirigir ao Posto de Coleta do Trapiche, que situado na rua Drº Jorge de Lima e, neste sábado (9), funciona das 7h30 às 17h. Mas se estiver no Agreste, Sertão ou no Baixo São Francisco, o candidato à doação de sangue pode se dirigir até o Posto de Coleta de Arapiraca, localizado no antigo Empresarial Solution Center, no bairro Eldorado, próximo à Escola Alternativa, que funciona das 7h às 12h e das 13h às 16h.

Conforme o Ministério da Saúde (MS), o voluntário que desejar doar sangue, deve ter no mínimo 16 anos de idade e peso igual ou superior a 50 quilos, além de apresentar um documento de identificação com foto. É exigido, ainda, que o candidato à doação de sangue esteja com boa saúde e usando máscara ao comparecer ao posto de coleta.

A doação de sangue é proibida permanentemente para o voluntário que tenha contraído doença de Chagas, Aids, sífilis e, após os 11 anos, hepatite. No caso das mulheres, há impedimento para aquelas que estejam grávidas ou amamentando.

Mas se o candidato tiver colocado um piercing ou feito tatuagem, maquiagem definitiva e micropigmentação, a doação de sangue só pode ocorrer após um ano.

Quanto ao voluntário que já é doador habitual, é necessário que a última doação de sangue tenha ocorrido há dois meses, no caso dos homens. Com relação às mulheres, o intervalo entre a última doação e a nova deve ser de três meses.

Covid-19

Caso o candidato à doação de sangue que tenha sido infectado pelo novo coronavírus, há impedimento de doar sangue pelo período de 10 dias, contados após a recuperação.

Quanto ao voluntário que teve apenas contato com uma pessoa infectada e, nos sete dias subsequentes, não apresentou sintomas da Covid-19, pode se candidatar à doação de sangue normalmente.

“Mas se o voluntário tenha sido vacinado contra a Covid-19, deve aguardar um intervalo para doar sangue. Se ele tomou a vacina CoronaVac, a doação só deve ocorrer após 48 horas, mas se os imunizantes utilizados foram AstraZeneca, Pfizer e Janssen, o intervalo aumenta para sete dias. Com relação a contra a Influenza, o período de inaptidão também é de 48 horas”. Sintia Cansanção, assistente social do Hemoal.