26 de junho de 2022Informação, independência e credibilidade
Blog da Graça Carvalho

Convite ao prefeito Rui Palmeira: Vamos ver o lixo da Zeferino Rodrigues!

Sujeira se acumula margeando uma escola pública estadual, ocupando a rua e o passeio público, causando transtorno, vergonha e ameaça à saúde da população

Fotos registradas por Fátima Almeida, nos dias 01 e 08 de janeiro. Hoje, a situação continua a mesma

* Por Fátima Almeida

Um convite-desafio para o prefeito de Maceió, Rui Palmeira: Dar uma voltinha de carro na Rua Zeferino Rodrigues, entre os bairros do Poço e Pajuçara, parando bem em frente à Escola Estadual Benedito de Moraes. Não precisa agendar. Qualquer hora, de qualquer dia, de qualquer semana, de todos os meses do ano, terá 99,9% de se deparar com a enorme lixeira a céu aberto em que a rua se transformou.

O cenário é uma vergonha; um atentado à saúde pública; um péssimo exemplo para estudantes, professores e pais de alunos que freqüentam a escola margeada pelo lixo; um transtorno crônico para os moradores que convivem com o problema há anos (encontramos notícias referenciais desde 2012).

No local, não tem mais espaço na calçada e o pedestre tem que dividir o pouco que sobra da rua, com os carros, que também têm dificuldade de passar e muitas vezes têm que procurar outras vias.

No volume espantoso de lixo Vossa Excelência vai poder ver (sempre tem) móveis velhos, colchões, eletrodomésticos, carcaças de veículos, coco verde, galhos de árvores, papelão, sacolas plásticas com lixo doméstico, metralha… Uma infinidade de entulhos que são descartados no local e passam semanas sem ‘ser vistos’ pela coleta pública. É possível fotografar o mesmo lixo em três semanas seguidas.

A população tem responsabilidade? Tem! Alguns moradores contribuem para o problema. Mas boa parte do lixo chega em carroças, vindas de outros bairros. E parece haver uma concessão muda da Prefeitura, que fecha os olhos e nada faz. Pior: A coleta falha e a omissão do poder público acabaram gerando o hábito do descarte no local e impondo aos moradores a convivência incômoda com o lixão.

Seja por qual razão, a Prefeitura não pode, sob qualquer justificativa, se omitir da responsabilidade em relação ao problema. Em hipótese alguma. E nem da obrigação de limpar a área, regularizar a coleta, fazer uma campanha de conscientização com os moradores, colocar fiscais para evitar descartes aleatórios e fazer valer as regras de limpeza e convívio urbano, pelas quais é responsável.

E aí, prefeito Rui Palmeira. Aceito o convite? Vamos lá, dar uma olhada.

Agora!

One Comment

Comments are closed.