25 de janeiro de 2022Informação, independência e credibilidade
Blog

Desembargador Paulo Lima será o próximo presidente do Tribunal de Justiça

Mas, já há alas receosas que querem demovê-lo da ideia de assumir o comando da corte alagoana

Desembargador Paulo Barros da Silva Lima, futuro presidente do TJ Alagoas.

Quando setembro chegar, o pleno do Tribunal de Justiça de Alagoas estará elegendo um novo presidente da corte, hoje comandada pelo desembargador Klever Rêgo Loureiro.

Pela ordem natural e pelas normas estabelecidas na estrutura do Poder Judiciário, o nome da vez para assumir a presidência é o do desembargador Paulo Barros da Silva Lima.

O magistrado é considerado um dos nomes mais íntegros do meio jurídico, quando o assunto é a defesa da lei e da ética. Constitucionalista, discreto e sem vinculações políticas, Paulo Lima pode se diferenciar no comando da instituição.

Mas, por isso mesmo, há correntes dentro do próprio tribunal que  já se mexem na tentativa de convencê-lo a não assumir o cargo.

No TJ, os laços familiares em cargos estratégicos são antigos e bem amarrados. O futuro presidente tem suas restrições a isso e há os receosos de possíveis mudanças nesses nichos durante a gestão dele.

Uma tentativa de mudança do curso natural da sucessão no TJ já aconteceu no passado, quando estava em disputa o nome do substituto do desembargador Jairon Maia Fernandes. Não deu certo.

As costuras, certamente, também não darão certo agora com o desembargador Paulo Lima. Ele não deverá declinar da candidatura.

Quem é – Paulo Lima tomou posse no cargo de desembargador do Poder Judiciário de Alagoas no dia 26 de junho de 2012, depois de 33 anos de exercício da magistratura. Foi eleito pelo critério de antiguidade. Tem no seu currículo a marca de um homem sério e competente.