1 de março de 2021Informação, independência e credibilidade
Brasil

Desmatamento na Amazônia está próximo do ponto de ‘não retorno’

Cientista afirma qeu floresta pode não se recuperar se desmatamento exceder 25%; hoje, patamar está em 17%

A floresta Amazônica está muito próxima do ponto de “não retorno” se o desmatamento continuar, afirma o cientista Carlos Nobre, uma das maiores referências em estudos sobre aquecimento global do país.

Ele afirma que a Amazônia pode estar perto de um ponto de inflexão se o desmatamento exceder 20% a 25%. Chegar a esse patamar, grande parte da floresta desaparecerá de forma irreversível. Hoje, o patamar está em 17%.

As declarações ocorreram durante audiência pública convocada pelo ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), para discutir a gestão do Fundo Clima pelo governo federal.

A reunião ocorre no âmbito de uma ação protocolada por partidos de oposição, que alegam omissão do presidente Jair Bolsonaro nas políticas públicas ambientais.