4 de dezembro de 2021Informação, independência e credibilidade
Brasil

Fracassado, Pazuello diz não ser fracassado e que jornalistas não podem emitir opinião

“Nós não queremos a interpretação dos fatos dos senhores”

Em pronunciamento nesta quinta-feira (7), mesmo dia em que o Brasil atingia 200 mil mortes confirmadas provocadas pela covid-19, o general Pazzuelo, com uma atuação repleta de fracassos como ministro da Saúde, se irritou por ser chamado de fracassado.

“Me mostrem quando foi que um brasileiro ou a população brasileira delegou aos redatores ou a qualquer um dos senhores a interpretação dos fatos. Nós não queremos a interpretação dos fatos dos senhores. Eu quero ver na televisão a notícia do fato que aconteceu. Deixem a interpretação para o povo brasileiro. Deixem a interpretação para cada um de nós. Os senhores não tem essa delegação”. General Pazuello, ministro da Saúde.

O fracassado Pazzuelo se mostrou incomodado com o fato de jornalistas usarem de interpretação em seus textos. E em um movimento atrasado, praticamente ditatorial, disse que não quer ver na televisão nada além dos fatos.

Segundo ele, quem tem poder de interpretar é o povo brasileiro. Ou seja: o general, que se mostrou incapaz de realizar ações profícuas durante sua gestão, seja por sabotagem do presidente Bolsonaro ou por puro fracasso profissional, tirou da categoria “povo brasileiro” os profissionais da imprensa. E não acredita em liberdade de imprensa.

Como não interpretar isso de outra forma, senhor Pazuello, que até o início de outubro admitiu que nem mesmo conhecia o SUS?