27 de junho de 2022Informação, independência e credibilidade
Política

Governo do Estado conta com 53 escolas de Ensino Integral

Ensinos Fundamental, Médio e Médio profissionalizante beneficiam 14.292 alunos no ano letivo 2019

Iniciada em 2015 com o projeto-piloto a Escola Estadual Marcos Antônio, no Benedito Bentes, a oferta do Ensino Integral em Alagoas contemplava, até o ano passado, 50 escolas. Para este ano letivo, o programa foi estendido para mais três instituições, totalizando 53 unidades de ensino distribuídas em 28 municípios, do Litoral ao Sertão, do Agreste à Zona da Mata.

As três novas escolas que passam a ofertar o ensino integral, todas na modalidade ensino fundamental, são: Aurino Maciel, em Arapiraca, Paulo de Castro Sarmento, em União dos Palmares, e Maria Rita Lyra (Caic), em Maceió, expandindo também a oferta do fundamental para o interior do Estado.

Pensado e estruturado dentre as ações focadas na melhoria da qualidade do ensino e do cotidiano escolar, com práticas pedagógicas inovadoras, o Ensino Integral da Rede Estadual, atualmente, abrange três modalidades: Ensino Fundamental, Ensino Médio e Ensino Médio profissionalizante, beneficiando 14.292 alunos no ano letivo 2019.

Benefícios

Iniciado em 2018, com três unidades apenas na Capital, o ensino fundamental integral foi ampliado para 10 escolas, incluindo unidades que já ofertavam o integral médio, na capital e interior.

Além de um turno diferenciado, onde permanecem na escola cerca de 10 horas diárias, recebendo todas as refeições, estão disponíveis aos estudantes do Ensino Integral atividades que despertam conhecimentos, habilidades e atitudes com o foco no protagonismo juvenil, no preparo para o mercado de trabalho, dentre outros benefícios.

Dentre as atividades desenvolvidas nas unidades, além de cursos técnicos profissionalizantes para integral médio, estão as disciplinas eletivas, aulas de robótica, dança, esportes, projetos integradores em várias áreas, estímulo à iniciação à pesquisa científica, dentre outros.