30 de junho de 2022Informação, independência e credibilidade
Interior

Marechal Deodoro: Defesa Civil avalia erosão costeira na orla

Coordenação sugere decreto de situação de emergência para conter avanço do mar sobre construções na Barra Nova

A coordenação da Defesa Civil Estadual orientou a Prefeitura de Marechal Deodoro a decretar situação de emergência por conta da erosão costeira que atinge construções na orla marítima do município.

Nesta terça-feira (22), o coordenador da Defesa Civil Estadual, tenente coronel Moisés Melo, e o prefeito de Marechal, Cláudio Filho, realizaram uma vistoria na área atingida e conversaram com moradores e comerciantes prejudicados pelo avanço do mar.

De acordo com Moisés Melo, durante a vistoria, foi feito um alinhamento com a prefeitura sobre os encaminhamentos a serem adotados nos próximos dias.

“A Prefeitura vai decretar a situação de emergência até esta quarta-feira (23). Ainda na quarta, devemos reconhecer essa situação de emergência e enviar para Brasília, para que seja feito o reconhecimento pela Defesa Civil Nacional”. Tenente coronel Moisés Melo, coordenador da Defesa Civil Estadual.

“Depois disso, por meio de um plano de trabalho, vamos solicitar recursos para fazer a contenção do avanço do mar que está causando danos materiais na área”, garantiu Moisés Melo, lembrando que já existe projeto para preservação da área em longo prazo.

Nesta semana, em decorrência da maré alta e da chuva que atinge o litoral alagoano, a ação do mar derrubou muros e a água invadiu algumas áreas comerciais e terrenos em Marechal Deodoro.

Para reduzir o impacto da maré, a prefeitura deverá construir, em curto espaço de tempo, algumas barreiras de contenção, que devem ser reforçadas a partir da liberação de recursos federais oriundos do decreto de situação de emergência.