26 de setembro de 2021Informação, independência e credibilidade
Blog

Muito além da energia estão o desaforo e o mau caratismo: eis o problema

Ou então qual o problema se o País tem 15 milhões de desempregados e os preços da feira, do gas e da gasolina são de assombrar?

Preços disparam no País dos desempregados: qual o problema?

Primeiro disseram que precisavam fazer uma reforma da previdência para melhorar a vida das empresas e gerar mais emprego. Ninguém se tocou, mas hoje sabe que se ferrou.

Depois eles disseram que para gerar milhões de emprego no País, teriam que fazer a reforma trabalhista.

Fez-se.

Veio então a precarização das relações de trabalho, acabaram com direitos dos empregados e o desemprego só aumentou. São quase 15 milhões de desempregados no País e a fome nas vidas de muitos.

Mas,  acharam pouco e editaram uma Medida Provisória – MP 1045 – que reduz salários, acaba com o 13º e férias remuneradas e reduz ainda mais a proteção dos direitos trabalhistas. Tudo isso em nome da geração de empregos.

No entanto, os postos de trabalho que surgiram foram Uber e I food.

De repente, um apoiador diz ao presidente da República na porta do palácio que está desempregado, por que não há empregos no País. E aí o senhor Jair Bolsonaro disse a ele o seguinte:

-Como gerar emprego com uma CLT tão rígida dessa forma? 

Sinceramente, “excelência”…  Isso na verdade só expõe ainda mais a sua incapacidade para governar esse País. O senhor nunca assume responsabilidade nenhuma e vive de transferir a culpa da sua administração caótica para outros.

Francamente. Seu “governo” é um embuste.

Ainda que rasgue de vez a CLT nada mudará, por que o problema está na incompetência  e na rotineira fabricação de crises, que levaram a gestão (se assim pode ser chamada) ao fracasso.

O País está no atoleiro, mergulhado na inflação crescente e em meio a uma disparada de preços a corroer os salários de quem é pobre e da própria classe média. Sim, dela também.

Sem falar na alta dos combustíveis dolarizados – para atender aos investidores – e ainda do gás e da energia. São situações que estão a bater nas caras de todos.

Mas, a resposta do governo vem de forma descarada e no conteúdo do  ministro Paulo Guedes:

-Qual o problema de a energia ficar um pouco mais cara?

Como se fosse apenas a energia.

Quem vai ao supermercado fazer feira ou mesmo na bodega da esquina sabe bem como anda a economia do País, por que sente diretamente no bolso.

Sabe qual é o problema, “excelência”?

Desaforo e mau caratismo.