20 de abril de 2021Informação, independência e credibilidade
Brasil

Na UTI com Covid-19, Senador Major Olímpio tem morte cerebral confirmada

Por lei a família terá que aguardar 12 horas para confirmar o óbito

O senador Major Olímpio (PSL) teve morte cerebral nesta quinta-feira (18) após ter sido diagnosticado com Covid-19 em São Paulo.

“Com muita dor no coração, comunicamos a morte cerebral do grande pai, irmão e amigo, Senador Major Olímpio. Por lei a família terá que aguardar 12 horas para confirmar o óbito e está verificando quais órgãos serão doados. Obrigado por tudo que fez por nós, pelo nosso Brasil”, Perfil do senador no Twitter.

A família fala em doação de órgãos, mas a recomendação do Ministério da Saúde é a de não fazer este procedimento em pessoas infectadas.

O senador estava internado desde o 2 de março no Hospital São Camilo, na capital paulista, e no dia 5 de março foi transferido para uma unidade de tratamento intensivo (UTI). O senador deixa esposa e dois filhos.

Natural de Presidente Venceslau, no interior de São Paulo, Olímpio completaria 59 anos em 20 de março. Foi deputado federal e deputado estadual em São Paulo por dois mandatos.

O senador “Major” Olímpio chegou a participar de “atos” pedindo a abertura do comércio. Estimulou aglomerações e pediu o impeachment de Doria pelas medidas de restrição.

Antes de se dedicar à carreira política, Olímpio serviu como policial militar no estado de São Paulo por 29 anos. Antes de ingressar no PSL, em março de 2018, o senador já havia passado pelo Partido Verde, PDT e Solidariedade.

Além de Olímpio, também já morreram de coronavírus, desde o início da pandemia, os senadores José Maranhão (MDB-PB), de 87 anos, e Arolde de Oliveira (PSD-RJ).

Internamento

O senador Major Olimpio (PSL-SP) apresentou piora em seu quadro de saúde devido à covid-19 e foi internado na UTI de um hospital particular de São Paulo no início do mês.

Dias antes, o parlamentar participou de uma sessão do Senado remotamente quando já estava hospitalizado. Na tarde desta quinta-feira (4), o presidente da Casa, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), cancelou as sessões presenciais da próxima semana.

Nos últimos dias, outros dois senadores também tiveram resultado positivo para a doença, Alessandro Vieira (Cidadania-SE) e Lasier Martins (Podemos-RS).

Da esquerda para a direita, em sentido horário: Alessandro Vieira, Eduardo Girão, Soraya Thronicke, Major Olimpio e Lasier Martins, em reunião do movimento Muda Senado dias atrás