25 de junho de 2022Informação, independência e credibilidade
Brasil

Paulo Guedes faz acordo com CCJ e vai explicar reforma dia 4 de abril

Ministro desmarcou de última hora reunião que seria nesta terça-feira, 26

Os deputados da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) esperam receber o ministro da Economia, Paulo Guedes, na próxima quarta-feira, 4 de abril,  para uma audiência pública sobre a reforma da Previdência. A participação do ministro era prevista para esta terça-feira, 26, mas ele desmarcou de última hora.

Guedes achou que seria mais produtivo discutir a proposta quando o relator for definido, segundo a pasta. No lugar dele, foram à comissão explicar o projeto o secretário especial de Previdência e Trabalho, Rogério Marinho, e o secretário especial adjunto de Previdência e Trabalho, Bruno Bianco Leal.

Paulo Gudes, fugiu da primeira reunião.
Os deputados não aceitaram bem a justificativa do ministro para faltar à audiência, porque o motivo oficial para o atraso na escolha do relator foi justamente a expectativa de uma manifestação do Ministério da Economia quanto ao projeto de lei dos militares, enviado na quarta-feira, 20.
O presidente da CCJ, Felipe Francischini (PSL-PR), escolheria o nome na semana passada, mas suspendeu a decisão devido a um acordo entre os líderes partidários para esperar esse posicionamento.
Os deputados da oposição sugeriram convocar o ministro para a próxima audiência, em vez de apenas convidá-lo. A diferença é que a convocação é uma espécie de intimação, que obrigada o ministro a comparecer. Após acordo entre os integrantes do colegiado, Francischini preferiu marcar a audiência e espera a presença de Guedes como convidado.