26 de junho de 2022Informação, independência e credibilidade
Economia

R$ 70 bilhões: Lucro dos bancos do Brasil cresceu 15 vezes mais que PIB

Lucro conjunto desses bancos cresceu 19,88% de 2017 para 2018, superando com folga os principais indicadores da economia

Os quatros maiores bancos do país com ações listadas na Bolsa (Banco do Brasil, Bradesco, Itaú Unibanco e Santander) lucraram R$ 69 bilhões no ano passado, maior valor da história.

O lucro conjunto desses bancos cresceu 19,88% de 2017 para 2018, superando com folga os principais indicadores da economia. A inflação oficial, por exemplo, ficou em 3,75% em 2018. As projeções para o PIB de 2018 indicam que a economia cresceu apenas 1,3%. E o CDI, taxa de juros que remunera a maioria dos investimentos de renda fixa, rendeu 6,42%.

  • O Itaú foi a instituição com maior lucro absoluto, de R$ 24,977 bilhões, aumento de 4,22% em relação ao ano anterior.
  • O maior crescimento foi do Santander, cujo lucro saltou 52,13% de 2017 para 2018, atingindo R$ 12,166 bilhões.
  • O lucro do Bradesco aumentou 30,2%, para R$ 19,085 bilhões.O lucro do Banco do Brasil subiu 16,81%, para R$ 12,862 bilhões
  • A Caixa Econômica Federal não tem ações na Bolsa e ainda não divulgou seu balanço do quarto trimestre de 2018.

Receitas e despesas

A receita dos quatro maiores bancos com serviços (cobrança de tarifas de conta corrente e a anuidade de cartão de crédito) totalizou R$ 108,304 bilhões no ano passado. O aumento foi de 6,83% em relação a 2017, acima da inflação (3,75%) no mesmo período.

A despesa administrativa conjunta foi de R$ 63,252 bilhões em 2018, 3,2% menor que os R$ 65,316 bilhões apurados em 2017. A despesa com pessoal nos quatro bancos somou R$ 71,67 bilhões, quase igual aos R$ 71,57 bilhões gastos no ano anterior.