29 de julho de 2021Informação, independência e credibilidade
Maceió

Residenciais Alamedas vão abrigar mais de 7,6 mil pessoas em Maceió

São 1.920 casas para maceioenses de baixa renda; empreendimento está com mais 90% concluído

Alamedas estão em fase final das obras. Foto: Itawi Albuquerque/Secom Maceió

A Prefeitura de Maceió atua para diminuir o déficit habitacional na capital alagoana, que é de aproximadamente 30 mil unidades, segundo a Associação dos Dirigentes de Empresas do Ramo Imobiliário (Ademi/AL).

Entre os residenciais em construção, os Alamedas (Farol, Jatiúca, Pajuçara e Pontal) têm 1.920 apartamentos e vão abrigar mais de 7.600 pessoas, no Benedito Bentes.

Cada apartamento dos Residenciais Alamedas (Farol, Pontal, Pajuçara e Jatiúca) tem 43m² e é formado por cozinha, sala, banheiro e dois quartos. Os novos moradores terão à disposição uma área de lazer, com brinquedos infantis espalhados nas dependências do complexo, quadras de esportes, salão de festas, bicicletário e ciclovia.

Todo o empreendimento teve um investimento de R$ 152 milhões, recursos do Ministério do Desenvolvimento Regional, por meio do Programa Casa Verde e Amarela. O complexo habitacional está em fase final das obras, com mais de 90% concluído.

Outros residenciais

No Benedito Bentes, a Prefeitura de Maceió já entregou o Vale Bentes 2 e o Oiticica 1, totalizando 1.000 unidades habitacionais. No mesmo bairro, o complexo Oiticica 2 – com 500 casas – está pronto e será entregue em breve.

Oiticica 1 foi entregue em maio. Foto: Edvan Ferreira/Secom Maceió

Na Santa Amélia, mais três residenciais estão em construção: Diana Simon, Pedro Teixeira I e II. Juntos, vão abrigar mais de 4.700 pessoas em 1.180 apartamentos. Já no Santos Dumont, os conjuntos residenciais Mário Peixoto I e II devem ser entregues em 2022, com 192 casas em cada conjunto.

No bairro do Vergel do Lago, o Condomínio Parque da Lagoa segue a todo vapor. Em cinco meses de construção, o empreendimento conta com 17 blocos de apartamentos estão levantados. Ao todo, 1.776 famílias contempladas com mais dignidade à beira da Lagoa Mundaú.