25 de maio de 2022Informação, independência e credibilidade
Alagoas

Ronaldo Medeiros critica aumento de 20% na conta de energia em Alagoas

Deputado diz que com o governo Bolsonaro estaríamos voltando para a “idade medieval”, com uso de charretes, candeeiro e forno a lenha

Durante sessão extraordinária, na manhã desta quarta-feira (27), o deputado Ronaldo Medeiros tomou a palavra para criticar o reajuste na conta de luz em Alagoas.

Um dia antes (26), a ANEEL (Agência Nacional de Energia Elétrica) autorizava a empresa Equatorial Energia a praticar um aumento de 19,86% e que já vale a partir da próxima cobrança.

“Isso tira a competitividade da indústria e do comércio, amentando os custo de produção, a começar pelo pão”, afirmou o deputado, lembrando que nos últimos dois anos o reajuste em Alagoas foi de 40%.

Leia mais: Consumidor vai pagar ainda mais caro por energia e Renan Filho reclama do aumento

Este foi o alerta para o que Medeiros chamou de “defensores da privatização”. Usando a situação da Equatorial Energia, que assumiu em 2019 as atividades da antiga Ceal (Companha Energética de Alagoas) como exemplo, ele lembrou que a venda de estatais provoca reajustes incalculáveis e prejuízos na população, principalmente para aqueles que menos tem.

Governo Bolsonaro

Voltando suas críticas para o governo Bolsonaro, Medeiros afirmou que este novo aumento confirma mais um retrocesso na nação. E que com este atual governo, estaríamos voltando para a “idade medieval”.

“Além do aumento da gasolina, temos o aumento da energia. As pessoas trocarão carros por charrete, lâmpadas por candeeiro e abandonar o botijão de gás para cozinha em forno a lenha”.

Medeiros lembrou ainda da condição de fome do povo, diante desses aumentos, e falou em “valorização do osso”, o que sobraria de possível para os mais pobres comprarem, diante de tantos aumentos. “É o Governo Bolsonaro estragando a nação e impossibilitando o pobre de comer”, disse o deputado.