25 de setembro de 2020Informação, independência e credibilidade

Tag: fake news

Marketeiro de Trump e conselheiro de Eduardo Bolsonaro é preso nos EUA

Marketeiro de Trump e conselheiro de Eduardo Bolsonaro é preso nos EUA

Política
Ex-conselheiro de Donald Trump na Casa Branca e um dos maiores gurus da direita atual - inclusive tendo prestado consultoria informal ao deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) e apoiado a campanha presidencial de Jair Bolsonaro (sem partido) em 2018, Steve Bannon foi preso hoje sob suspeita de fraude. A Procuradoria de Nova York acusa Bannon e outras três pessoas,Andrew Badolato, Brian Kolfage e Timothy Shea, de enganarem doadores no esquema de arrecadação de fundos online "We Build The Wall ("Nós Construímos o Muro"). A motivação da campanha - que juntou mais de US$ 25 milhões (cerca de R$ 140 milhões) - seria arrecadar dinheiro para construir um muro na fronteira com o México, mas os acusados teriam usado os recursos para uso pessoal. De acordo com a acusação, Bannon prometeu
Após punir Olavo de Carvalho, PayPal sofre boicote de bolsonaristas

Após punir Olavo de Carvalho, PayPal sofre boicote de bolsonaristas

Brasil
Questionada pela Sleeping Giants Brasil, página anti fake news que visa demonetizar páginas e produtores de conteúdos com notícias falsas o PayPal resolveu bloquear o pagamento dos cursos ministrados pelo astrólogo Olavo de Carvalho. O guru do presidente não gostou. E, claro, acusou a empresa americana, avaliada em mais US$ 18 bilhões, de ser comunista. https://www.facebook.com/olavo.decarvalho/posts/10158467810917192 E contra essa "ação comunista", os olavistas e bolsonaristas seguidores do filósofo autodidata iniciaram um movimento de boicote contra a empresa de carteira virtual que tem mais de 200 milhões de contas ativas em todo mundo. https://twitter.com/leandroruschel/status/1291481193184219138 https://twitter.com/colunapatriota/status/1291430560410341382 https:
Investigado no STF, Allan dos Santos, do Terça Livre, foge do Brasil

Investigado no STF, Allan dos Santos, do Terça Livre, foge do Brasil

Justiça
Investigado por disseminação de notícias falsas e discursos de ódio no âmbito do inquérito das fake news, por determinação do Supremo Tribunal Federal (STF), o blogueiro bolsonarista Allan dos Santos anunciou em suas redes sociais, nesta sexta-feira (31), que “fugiu” do país. Ele acusou, sem provas, a China e a Coreia do Norte de espionarem o governo Bolsonaro. A transmissão foi organizada pela deputada Bia Kicis e teve ajuda de um ex-funcionário da Google, que acusa a empresa de supostamente censurar vozes conservadoras. “O que acontece? Ele desconfia do presidente Bolsonaro e faz uma varredura para investigar ilegalmente o presidente da República. E quem fez isso eu não sei se o Alexandre de Moraes ou o Barroso". Allan dos Santos. Segundo ele, existem maletas de escuta telef
Facebook cumpre decisão de Moraes e mantem perfis de bolsonaristas no ar fora do Brasil

Facebook cumpre decisão de Moraes e mantem perfis de bolsonaristas no ar fora do Brasil

Justiça
O Facebook decidiu que não cumprirá a determinação de Alexandre de Moraes desta quinta-feira (30) e não tirará do ar internacionalmente os perfis de bolsonaristas que são alvos do inquérito das fake news no momento. A empresa recorrerá ao plenário do STF e, enquanto isso, manterá as contas no ar fora do Brasil. "Respeitamos as leis dos países em que atuamos. Estamos recorrendo ao STF contra a decisão de bloqueio global de contas, considerando que a lei brasileira reconhece limites à sua jurisdição e a legitimidade de outras jurisdições". Nota da assessoria de imprensa do Facebook. O Painel apurou que a empresa acredita que o bloqueio de perfis internacionalmente a partir de uma instância de jurisdição local como o STF poderia criar um precedente danoso ao funcionamento da platafo
Alexandre de Moraes suspende perfis de bolsonaristas nas redes sociais

Alexandre de Moraes suspende perfis de bolsonaristas nas redes sociais

Justiça
Empresários, políticos e outros influenciadores que apoiam o presidente Jair Bolsonaro tiveram suas contas suspensas no Twitter e no Facebook nesta sexta-feira. Por determinação do do ministro do STF,  Alexandre de Moraes, elas foram tiradas por causa de ameaças e disseminação de notícias falsas contra integrantes do STF. Entre os donos das contas afetadas, estão o o ex-deputado Roberto Jefferson (PTB), Sara Giromini (conhecida como Sara Winter), o blogueiro Allan dos Santos e o empresário Luciano Hang, o dono da Havan. Todos são alvos de investigação no âmbito do inquérito das fake news. "Infelizmente é a pior corte do Supremo que se tem notícia. Ela é tão ruim que 'chutou' o Art. 5º da Constituição: 'Todos são iguais perante a lei'. Não há ninguém aqui que não esteja assin
“Mas e o PT?”: Site mente usando boa aprovação de Lula como se fosse de Bolsonaro

“Mas e o PT?”: Site mente usando boa aprovação de Lula como se fosse de Bolsonaro

Brasil
Virou rotina, mas mais uma mentira vem sendo compartilhada como forma de apoio ao presidente Jair Bolsonaro. Desta vez, um texto do Notícias de Direita, de 13 de julho deste ano, afirma que uma pesquisa recente do Datafolha tenha apontado 64% de aprovação do presidente. O anunciado "recorde de aprovação" além de mentira, vem com tons patéticos de ironia: além de não serem capazes de construir um texto fictício para apoiar o atual presidente, o texto foi uma cópia. Cópia de uma notícia do portal G1, da Globo. De setembro de 2008. Em um texto que mostrava os números de aprovação do segundo governo Lula. Do PT. Vale lembrar: no mundo real, na última pesquisa Datafolha, nos dias 23 e 24 de junho, apenas 32% dos brasileiros aprovam a gestão de Bolsonaro. Exatamente a metade do texto m
Moro e Mandetta falam sobre Facebook ligar Gabinete do Ódio ao presidente

Moro e Mandetta falam sobre Facebook ligar Gabinete do Ódio ao presidente

Expresso, Política
O ex-ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta usou o Twitter, na noite desta quarta-feira (8), para comentar sobre a derrubada de uma rede de fake news e perfis falsos ligados a integrantes do gabinete do presidente de Jair Bolsonaro, a seus filhos, ao PSL e aliados. https://twitter.com/lhmandetta/status/1281030937371910148 Esta mensagem com compartilhada pelo ex-juiz Sergio Moro, ex-ministro da Justiça, que disse também ser atacado pelo mesmo grupo: https://twitter.com/SF_Moro/status/1280966561428357120
Facebook afirma ligação do ‘Gabinete do Ódio’ com assessores bolsonaristas

Facebook afirma ligação do ‘Gabinete do Ódio’ com assessores bolsonaristas

Brasil
Levantamento do Laboratório Forense Digital do Atlantic Council em parceria com o Facebook aponta ligação direta de Tércio Arnaud Tomaz, assessor especial do presidente Jair Bolsonaro, com um esquema de contas falsas nas redes sociais banidas pelo Facebook nesta quarta-feira (8). Ele é apontado como responsável por parte dos ataques a opositores de Bolsonaro, como ao ex-ministro Sergio Moro na sua saída do governo e a integrantes de outros Poderes, e por difundir desinformação em temas como a Covid-19. Além de Tércio, cinco ex e atuais assessores de legisladores bolsonaristas, entre eles um funcionário do deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), foram identificados como conectados à operação de desinformação no Facebook e no Instagram. O levantamento teve acesso a nomes e identida
Facebook e Instagram deletam perfis, páginas e grupos bolsonaristas

Facebook e Instagram deletam perfis, páginas e grupos bolsonaristas

Brasil
O Facebook desarticulou nesta quarta-feira (8) uma rede de contas, páginas, grupos e perfis na rede social e no Instagram de funcionários de gabinete do presidente Jair Bolsonaro, do senador Flávio Bolsonaro e do deputado federal Eduardo Bolsonaro, além de envolvidos com o PSL, partido pelo qual o presidente se elegeu. As remoções ocorreram porque estas páginas empregavam ações vetadas pela plataforma, como o uso de contas falsas, envio de spam ou adoção de ferramentas artificiais para ampliar a presença online. Foram desmobilizados: 35 contas no Facebook 38 contas no Instagram 14 páginas 1 grupo no Facebook A rede possuía: 883 mil seguidores no Facebook 350 inscritos no grupo 917 mil seguidores no Instagram A companhia identificou ainda que o grupo
É falso que hospitais recebem recursos por morte registrada por coronavírus

É falso que hospitais recebem recursos por morte registrada por coronavírus

Alagoas
Tem circulado em grupos de WhatsApp em Alagoas um vídeo no qual um homem, não identificado, mostra o atestado de óbito de uma pessoa que teria falecido com suspeita de Covid-19 e diz que o laudo médico teria sido fraudado para que o hospital, sem dizer de qual estado, recebesse R$ 18 mil pelo registro do óbito como sendo causado pelo novo coronavírus. A informação é falsa. "Ele infartou dormindo, tem um bocado de causa-morte e no final o médico botou suspeita de Covid-19. É mentira isso aqui, o senhor de idade apenas sofreu um infarto. Aí depois eu conversei com o médico na boa, ele me disse que é porque toda vez que sai esse tipo de laudo com esse tipo de morte o hospital ganha R$ 18 mil”. Trecho do vídeo com mentiras. Em nota, o Ministério da Saúde confirma que não há repasse de ve