2 de março de 2024Informação, independência e credibilidade

Tag: instituições

8 de janeiro: Uma gente perversa usando Deus, Pátria, Família, um lema histórico

8 de janeiro: Uma gente perversa usando Deus, Pátria, Família, um lema histórico

Blog, Marcelo Firmino
A democracia não se defende apenas da boca para fora. É preciso compromisso e firmeza. Principalmente por que, historicamente, as ameaças existentes são desafiadoras não apenas no Brasil, mas em toda parte. Há uma onda crescente no mundo atual a arrotar ameaças contra a democracia em nome de um lema lançado pelo nazismo: “Deus, Pátria, Família”. E o nazismo (para não esquecer jamais) perseguiu, jogou em campos de concentração e matou - até em câmaras de gás - 6 milhões de pessoas. As vítimas foram pessoas que pensavam diferente da ideologia de Hitler, como políticos de oposição e judeus, no campo político; no âmbito dos costumes, foram assassinados testemunhas de jeová, ciganos e homossexuais; e em nome do preconceito, do capacitismo, foram mortos deficientes físicos e doentes
Milícia que manda e mata sob o manto da farda e do escudo é cada vez mais poderosa

Milícia que manda e mata sob o manto da farda e do escudo é cada vez mais poderosa

Blog, Marcelo Firmino
O poder paralelo e marginal das milícias é assustador e requer ação eficaz das autoridades e instituições comprometidas com o bem estar social, em qualquer que seja a região do País. As milícias se fortaleceram tanto, como poder acima da lei e da ordem, que hoje tem seus representantes, principalmente, no Rio de Janeiro, em quase todas as instituições. Notadamente, no Legislativo, mas sobretudo nas corporações da segurança pública. E por quê? As milícias são grupos paramilitares compostos por agentes de segurança, incluindo policiais, bombeiros e militares, que fundaram suas organizações criminosas, sob a proteção do escudo, da farda e de autoridades. O quadro é tão preocupante que, de acordo com o IBGE, 57% da cidade do Rio de Janeiro vive sob o domínio de organizações cri
Quando até a praia é privatizada com a conivência de autoridades é por que a boiada já passou

Quando até a praia é privatizada com a conivência de autoridades é por que a boiada já passou

Alagoas, Blog, Marcelo Firmino
Quando o ministro do Meio Ambiente, senhor Ricardo Salles, disse que o governo Bolsonaro tinha que aproveitar a pandemia para deixar passar a boiada não estava falando à toa. Estava a serviço do capital, da especulação imobiliária, dos devastadores costumeiros de áreas de florestas e da costa marítima. Se alguém duvidar dos atos desprezíveis em relação ao meio ambiente e ao patrimônio público, basta prestar a atenção nesta foto, em plena praia de Jacarecica, em Maceió, Alagoas. A faixa de praia está sendo ocupada por alguém que se diz proprietário dela. Ora, a praia sempre foi um bem de natureza pública. Agora tem dono... E isso aos olhos da fiscalização do Ministério Público que deveria estar atento para tamanha aberração. Não dar mais para falar nos órgãos fiscalizador
O estranho silêncio das autoridades sobre a tortura em Alagoas

O estranho silêncio das autoridades sobre a tortura em Alagoas

Blog, Marcelo Firmino
Uma mulher simples, humilde, mas de muita coragem, denuncia dois delegados de polícia e agentes que a torturaram dentro da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). A revelação foi feita na Rádio 98 FM, após ela reconhecer imagem de um dos torturadores. O fato é grave e requer uma resposta contundente da justiça e do próprio governo de Alagoas. É muito estranho o silêncio das autoridades policiais e do próprio Ministério Público sobre as acusações feita por uma mãe que, além de tudo, vive a plena dor da perda de uma criança. A denunciante é Darcinéia Almeida que prestou depoimento à Defensoria Pública Estadual (DPE), no último dia 16. Ela é a mãe do pequeno Danilo Almeida, de 7 anos, esfaqueado e morto no bairro do Clima Bom,a periferia de Maceió. Segundo disse, foi