16 de outubro de 2020Informação, independência e credibilidade
Brasil

Bolsonaro ironiza contágio de covid-19 no STF: “Dormem de máscara mas pegaram o vírus”

Presidente afirmou em live que solução é “sair da toca” e enfrentar o vírus com vitamina D

Em sua live semanal, nesta quinta (24), o presidente Jair Bolsonaro ironizou os diagnósticos positivos de covid-19 na alta cúpula do Supremo Tribunal Federal (STF) outras jurisdições, após a posse do ministro Luiz Fux.

Bolsonaro perguntou ao ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, que estava ao seu lado, e questionou se o mesmo já havia sido infectado pelo vírus. Quando ouviu a negativa como resposta, disse:

 “Não vou rogar praga, não, mas você vai pegar, se é que já não pegou. Não vou falar nome aqui, mas a alta cúpula do poder em Brasília, alguns executivos do Judiciário, bastante, do Legislativo, também, máscara 24 horas por dia, dormir com máscara, cumprimenta assim [imita com o cotovelo e ri] pegaram o vírus agora”. Jair Bolsonaro, presidente.

O presidente contiuou, dizendo que não há o que fazer. Contra a recomendação de ficar em casa, Bolsonaro ressaltou a importância do cuidado dentre aqueles com comorbidade, esperando uma vacina, mas que não adianta:

“Vai acabar pegando. Um dia vai ter que sair da toca e vai acabar pegando o vírus. Como enfrentar o vírus? Com vitamina D”. Jair Bolsonaro.

Infecção generalizada

A infecção generalizada de pessoas que foram à posse de Luiz Fux na presidência do STF intriga as autoridade: muitos dos que pegaram Covid-19 não foram ao coquetel, limitando-se a ficar no plenário, onde os protocolos eram mais rígidos.

Maria Cristina Peduzzi, que estava em casa desde março e saiu pela primeira vez justamente para ir à posse, que Fux fez questão de ser presencial, foi uma delas.

Entre os que não foram à recepção, mas também foram infectados, estão ainda a ministra Cármen Lúcia, do STF, o ministro Benedito Gonçalves, do STJ (Superior Tribunal de Justiça), e o procurador-geral da República, Augusto Aras.

Entre os que estiveram na posse do presidente do STF, as seguintes autoridades foram infectadas:

  • Cármen Lúcia, ministra do STFLuiz Fux, presidente do STF
  • Rodrigo Maia, presidente da Câmara
  • Luis Felipe Salomão, ministro do STJ (Superior Tribunal de Justiça)
  • Antonio Saldanha Palheiro, ministro do STJ
  • Maria Cristina Peduzzi, presidente do TST (Tribunal Superior do Trabalho)
  • Augusto Aras, procurador-geral da República
  • Marcelo Álvaro Antônio, ministro do Turismo
  • Benedito Gonçalves, ministro do STJ

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.