24 de janeiro de 2022Informação, independência e credibilidade
Blog

Nabor Bulhões, Bolsonaro e o caso Queiroz: muito além das rachadinhas

O substrato do caso passa pelos milicianos e seus rastros de crimes de toda ordem

Nabor e sondado por Bolsonaro para defender o filho Flávio

Que os esquemas de corrupção envolvendo Flávio Bolsonaro, Fabrício Queiroz e uma série de milicianos do Rio de Janeiro era a pedra no calcanhar da família do presidente Jair Bolsonaro, todo mundo já sabia.

O que muitos não queriam era ver essa história revelada.

Mas, pelo andar da carruagem o caso é muito mais grave do que parece.

A partir do momento em que o presidente Jair Bolsonaro faz uma sondagem ao maior jurista da atualidade brasileira, Nabor Bulhões, para assumir a defesa de Flávio Bolsonaro e da família é por que o angu é de caroço.

O alagoano Antonio Nabor de Areia Bulhões é um dos mais respeitados advogados que atuam na suprema corte do País.

É conhecido como o homem capaz de resolver as causas impossíveis.

O caso Queiroz traz consigo um lastro de criminalidade que transcende ao esquema de rachadinhas da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro.

As ramificações da história vão além das vias e ruelas de Rio das Pedras, no Rio de Janeiro, reduto miliciano perigoso.

Daí, quando consultado, Nabor Bulhões disse aos interlocutores de Bolsonaro que o caso era muito complexo e difícil.

Nabor Bulhões, que advogou para o empresário PC Farias, para o ex-presidente Fernando Collor de Melo e para o bicheiro Carlinhos Cachoeira é visto como a tábua de salvação da família inteira.

Sabe bem o jurista que não vai se deparar apenas com a história da corrupção no parlamento carioca. Mas, no substrato disso. E aí é que está o nó cego.

Onde há milicianos há assassinatos, tráfico de drogas, de armas e de pessoas.

Os milicianos estão enraizados dentro do esquema da rachadinha do parlamento carioca. Adriano da Nóbrega, chefe do Escritório do Crime, que estava na folha do gabinete de Flávio, e foi assassinado recentemente na Bahia, era uma prova disso.

A milícia é o submundo. Desvincular o presidente República e a família de tudo isso é a missão de Nabor Bulhões, se aceitar o caso.

E além disso provar que Flávio Bolsonaro não usou o dinheiro público da Assembleia nos esquemas corruptos organizados por Queiroz e companhia.

O grande medo da família acuada está em revelar aos povos que o mar carioca é verdadeiramente azul e não rosa bebê, como muitos teimam em ver atualmente.

Ou seja, nesse jogo não há superfície de terra plana.

 

 

 

 

 

5 Comments

  • Avatar Ozob Arof

    Qualquer caso que fale do clã Bolsonaro vem alguém não para dar argumentos que não houve crime, mas para justificar as ações(rachadinhas), falar do PT, falar do Lula….se o nobre causídico assumir a causa vai ter que ir além das indicações de crimes ou fatos se outras pessoas…por isso é complexo, pois não basta por a culpa no Lula ou normalizar fatos ilegais…

  • Avatar Gilson arruda

    Existe uma olá de cristal na matéria? A narrativa da como líquida e certa as afirmações que fez, sem citar uma prova só ilações . Se considerarmos O valor da rachadinha, temos que se trata de amadores. Se olharmos outros valores, aí mesmo que se confirmar o amadorismo. Rachadinha está institucionalizadas no estatuto do PT. Portanto acho que tudo deve ser apurado ao rigor da lei, assim como a imprensa de flutuar ao rigor da ética. Vide como fizeram o destaque da matéria.

  • Avatar Jamil Gadelha Zaidan

    O que mas SUPREENDE é que o caso da FAMÍLIA BOLSONARO é tão GRAVE que ate os mas renomados JURISTAS chega á fazer tais COMENTÁRIOS. Comparando as mas terrivéis ORGANIZAÇÕES CRIMINOSAS DO MUNDO.Mas o caso recente da FAMÍLIA DE LULA E SUA QUADRILHA MORREU PARA OS ANALFABETOS FUNCIONAIS E QUADRILHEIROS,QUE FAZEM Á IMPRENSSA FALADA,ESCRITA,E,TELEVISIVA. Vamos voltar a falar também do a assunto. Tenho VERGONHA DE TER DABIDO LER,ESCREVER,E,SEMPRE TENTAR MANTER BEM INFORMADO POLITICAMENTE. Não tenho PARTIDO. SOU BRASILEIRO,AMANTE DA MINHA PÁTRIA. (Pense Nisso) Viva o BRASIL,E,NOSSA FRAGILIZADA DEMOCRACIA.

  • Avatar ELITON MACEDO LIMA

    É tudo isto é muito mais . Jair Bolsonaro quando nomeou o ex ministro da educação para o banco mundial comenteu obstrução de justiça? Na Faculdade de Direito no primeiro semestre tinha Introdução ao Direito,foi indicado ler O CASO DOS EXPLORADORES DE CAVERNAS (Lon Fuller).O debate jurídico é bonito,Já gostava figuei encantado.Nabor ou qualquer outro Advogado que aceitar defender a família BOLSONARO tem que está consciente que tem nas mãos um caso semelhante ao de “AL” CAPONE (gângster/milícia).Podemos dizer que Paulo Maluf e Renan Calheiros é fichinha. O debate esta aberto.

  • Avatar Roberto Cavalcante

    Que o Dr. Nabor Bulhões é uma dos mais altaneiros advogados do Brasil, eu não discordo. Contudo não há como concordar com a narrativa construída por este meio. Hipocrisia pura. O STF tem como Presidente o ex-Advogado do partido mais criminoso e miliciano: o PT com ramificações internacionais com as FARCs, presente nas primeiras edições do Foro de São Paulo. Ademais, quem defendia o Dr. Alexandro de Moraes, senão o PCC, dispensando apresentações. Quero que me mostre um irregularidade do Presidente Bolsonaro, porque se seu filhos, o que eu não acredito, tiverem atos fragorosamente ilícitos que paguem pelos tais. Não cola imputar crimes aos filhos para tentar tisnar a honra do mais correto Presidente festa República!

Comments are closed.