17 de julho de 2024Informação, independência e credibilidade

Tag: Arthur Lira

Briga de Lira e ministro tem um pano de fundo: o controle de R$ 15 bi

Briga de Lira e ministro tem um pano de fundo: o controle de R$ 15 bi

Blog, Marcelo Firmino
  A causa de tudo é o controle de R$ 15 bilhões do Orçamento da União. Esse seria o pano de fundo da briga entre o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP) contra o ministro das Relações Institucionais, Alexandre Padilha, chamado pelo deputado de "desafeto pessoal e incompetente". A questão, como revelou a CNN, trata-se de um "jabuti" que liberou mais de R$ 15 bilhões no Orçamento da União e o presidente da Câmara estaria brigando pelo controle verba. Se o governo mantém consigo os recursos, ele mesmo atuará na conquista de mais apoio parlamentar no Congresso, reduzindo a influência de Lira nesse processo. Segundo a colunista, Raquel Landim (CNN),  após a votação da prisão do deputado Chiquinho Brazão (sem partido-RJ), Arthur Lira avisou aos aliados que o ministro Pad
Lira enterra projeto contra fake news, para o bem dos ataques das big techs

Lira enterra projeto contra fake news, para o bem dos ataques das big techs

Blog, Marcelo Firmino
A manobra do presidente da Câmara, Arthur Lira (PP), de enterrar o projeto de lei (PL) que busca regulamentar as redes sociais no Brasil e, sobretudo, combater as fake news, tem o viés da chicana. Lira tem um lado. E o lado hoje é de um congresso retrógado, extremado e a serviço de uma elite que tem como referência de liberdade de expressão a liberdade da sua própria bolha. O resto é conversa para boi dormir. A forma como o Projeto de Lei das Fake News foi descartado, com a destituição do relator, não deixa margem para dúvidas, por que veio exatamente no momento em que um sujeito bilionário, que financia e lucra com governo de extrema direita, faz ataque à soberania nacional e, praticamente, encontra apoio no parlamento brasileiro. O argumento para descartar o projeto é de que
Braskem criminosa e a credibilidade das oligarquias políticas alagoanas

Braskem criminosa e a credibilidade das oligarquias políticas alagoanas

Blog, Marcelo Firmino
No exercício da presidência do Senado, Rodrigo Cunha (Podemos-AL), recebeu o prefeito de Maceió João Henrique Caldas (o JHC), para discutir a crise da extração de salgema pela Braskem — responsável pelo afundamento de cinco bairros de Maceió O encontro serviu como contraponto na disputa dos grupos políticos alagoanos. E tanto que Cunha fez questão de criticar a criação da CPI para investigar a empresa gestora da mina 18, dentro da operação do maior crime ambiental em área urbana do mundo. Aliado do presidente da Câmara, Arthur Lira (PP), o arapiraquense Rodrigo Cunha acusou a CPI de ter surgido de "forma viciada". Para ele, a  CPI proposta não trará "clareza" aos atos de omissão que levaram ao risco de colapso do velho Mutange, bairro na capital alagoana. A argumentação tem um obj
Lira prega a união política, Paulo Dantas concorda e são aplaudidos por Renan Filho

Lira prega a união política, Paulo Dantas concorda e são aplaudidos por Renan Filho

Blog, Marcelo Firmino
A multidão que lotou um dos auditórios do Centro de Convenções de Maceió acompanhou atenta a festa de lançamento do Novo PAC, em Alagoas, com toda a expectativa voltada para a composição da mesa. O foco das lentes fotográficas e olhares cheios de curiosidades tinham uma direção específica. Exatamente a primeira fila do palco onde estavam o governador Paulo Dantas (MDB), o presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP) e o ministro dos Transportes, Renan Filho, ao lado do ministro Rui Costa, da Casa Civil, bem como o deputado federal Paulão (PT), líder da bancada federal. Lira chegou acompanhado do ministro dos Portos e Aeroportos, Silvio Costa Filho, que é do seu partido. Mas, no cenário aberto, prefeitos e prefeitas presentes ao evento faziam uma pergunta direta: -Cadê o s
Arhur Lira rejeita a taxação de offshore dos milionários em paraísos fiscais

Arhur Lira rejeita a taxação de offshore dos milionários em paraísos fiscais

Blog, Marcelo Firmino
É desonesta, escandalosa e corrupta a estratégia dos ricos do Brasil de acumularem lucros em transações financeiras no País - lícitas e ilícitas - e depois enviarem seus contêiners  recheados de dinheiro para os paraísos fiscais, sem pagar nenhum tipo de tributo. Nesse meio dos endinheirados com offshores nos paraísos estão empresários do garimpo ilegal, políticos de propinas recheadas, industriais que pediram falência judicial de suas empresas, chefes de milicianos, representantes do agronegócios, entre muitos outros, acostumados a exploração dos lucros na contramão da honestidade e da legalidade. Eis que o governo federal enviou proposta à Câmara dos Deputados para taxar essas remessas de dinheiro para o exterior, considerando que essa gente toda está fraudando o fisco nacional
Lira adota parlamentarismo ‘Ad hoc” e se impõe no governo Lula

Lira adota parlamentarismo ‘Ad hoc” e se impõe no governo Lula

Blog, Marcelo Firmino
Em jantar com líderes do Congresso Nacional, ministros de governo e do Supremo Tribunal Federal, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) sentiu que no campo político atual a situação é mais complicada do que parece. E não por conta das ideologias, mas pelas garantias do "ou dá ou desce", para governar o País. O jantar foi na última sexta-feira, 26, e Lula pode perceber que o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP), é uma espécie de ninja do Centrão. Contrariar os interesses maiores dele é criar um abismo para o governo se jogar dentro. Hoje, com o poderio que tem no controle de bancadas na Câmara, Lira impõe derrotas e libera vitórias - como e quando quiser - para o governo. Assim é e seria com qualquer outro governante no Planalto. Arthur Lira instituiu o parlamentarism
JHC diz que formou em Maceió a maior frente política da história

JHC diz que formou em Maceió a maior frente política da história

Maceió, Marcelo Firmino
O prefeito JHC (PSB) disse na posse dos 29 novos secretários municipais, nesta sexta-feira, 28, que Maceió tem a Prefeitura mais forte do Brasil. A fortaleza , obviamente, se estabelece no plano político, considerando as alianças feitas pelo prefeito na formatação de sua equipe de governo, com as indicações feitas a partir das alianças firmadas com os aliados. Nesse plano os destaques são o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP) e família Davino que emplacou dois representantes em secretarias municipais. Mas, na gestão estão contemplados ainda os deputados federais, Marx Beltrão, Fábio Costa e Alfredo Gaspar. Este último que tinha planos de ser candidato a prefeito na próxima eleição, anunciou nas redes sociais que isso agora é coisa do passado. E assim é a política. Replet
Lula resiste em mudar primo de Arthur Lira do comando do Incra em Alagoas

Lula resiste em mudar primo de Arthur Lira do comando do Incra em Alagoas

Blog, Marcelo Firmino
Os movimentos sociais, que atuam pela reforma agrária e em defesa dos assentamentos rurais, fazem pressão para o governo federal mudar o comando do Incra, em Alagoas. O órgão é dirigido por César Lira, que foi indicado ainda no governo Jair Bolsonaro (PL) pelo deputado Marx Beltrão. Só que Beltrão foi um dos parlamentares alagoanos que se aliou ao bolsonarismo e, portanto, fez campanha contra Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Lula foi eleito presidente e o deputado que indicou o Incra ficou sem condições de reivindicar a repartição para seu afilhado político. Mas, César é primo e amigo do presidente da Câmara, Arthur Lira (PP), que resolveu bancar a continuidade do parente na Superintendência do Incra. Os movimentos indicaram as lideranças do PT o nome de um servidor de carre
Blocão formado por Arthur Lira garante a governabilidade a Lula

Blocão formado por Arthur Lira garante a governabilidade a Lula

Blog, Marcelo Firmino
O novo bloco formado na Câmara pelo presidente da casa, deputado Arthur Lira (PP), se apresenta agora como "pela estabilidade e governabilidade". Foi exatamente esse o termo usado pelo deputado Felipe Carreras, líder do PSB. Pernambucano, Carreras foi escolhido pelo próprio Lira para liderar o bloco com 175 deputados. E assim sendo, o bloco vai formar nas fileiras alinhadas para dar sustentação ao governo Lula e garantir que as pautas governistas no Legislativo tenham o referendo da maioria. A ideia repassada aos demais representantes do grupo, que tem parlamentares do PSB, PDT, PSDB, Cidadania, Solidariedade, Avante e o próprio PP, é no sentido de ajudar o governo a pacificar o país e  garantir uma base sólida para a governabilidade. A formação do blocão se constituiu em u
Disputa de Renan e Arthur Lira por ministério empareda Lula na esplanada

Disputa de Renan e Arthur Lira por ministério empareda Lula na esplanada

Blog, Marcelo Firmino, Política
Alagoas está no centro das dificuldades impostas ao presidente eleito, Luiz Inácio Lula da Silva (PT), para conquistar o direito republicano à governabilidade. Mas, não era de se esperar menos. Como diz o prefeito de Palmeira dos Índios, Júlio Cezar, "em Alagoas as águas dos rios não correm para o mar; correm para os rios". O aparelhamento das instituições por grupos políticos e as elites tradicionais do Estado diz bem de como se movimenta o curso das águas, nesta terra de engenhos de meia dúzia. O embate entre o senador Renan Calheiros (MDB) e o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP), pelo controle político do Estado, desaguou no tabuleiro da transição do futuro governo Lula. Renan, com o apoio de uma ala da velha guarda do MDB, pediu a Lula o Ministério das Minas e Energi