18 de janeiro de 2022Informação, independência e credibilidade

Tag: Arthur Lira

Arthur Lira se movimenta para votar o semipresidencialismo em 2022

Arthur Lira se movimenta para votar o semipresidencialismo em 2022

Blog, Marcelo Firmino
O Presidente da Câmara Federal, deputado Arthur Lira (PP-AL) começa a acelerar o ritmo para tramitar a sua proposta de adoção do semipresidencialismo no Brasil. Se adotada, significa que grande parte do poder do Executivo será transferido para o Parlamento, com a criação do cargo de primeiro ministro. Cargo esse que, hoje, Lira praticamente ocupa no governo Bolsonaro, mesmo sem ter sido instituído. A proposta, que ganhou a adesão de líderes do PSDB, deverá ser levada a votação exatamente em 2022, o ano eleitoral. Consta no seu arcabouço, que além do cargo de primeiro ministro, será instituído também um conselho de ministros, reduzindo ainda mais os poderes do Presidente da República. Assim, passaram então a fazer coro à ideia de Lira os ex-presidentes da República Fernando
Após precatórios e orçamento secreto Lira agora quer aprovar jogos de azar

Após precatórios e orçamento secreto Lira agora quer aprovar jogos de azar

Blog, Marcelo Firmino
Depois de aprovar a PEC dos Precatórios e consolidar o orçamento paralelo de R$ 16 bilhões, o presidente da Câmara, deputado Arthur Lira (PP-AL) tem agora um outro foco polêmico no Congresso. Sua próxima meta é a liberação no País dos jogos de azar - bingos, cassinos, máquinas caça níqueis, entre outros. A resistência que tem encontrado dentro do parlamento é exatamente da bancada evangélica. Lira chegou a realizar um jantar com a bancada para negociar um acordo que possibilite a aprovação da matéria, mas ainda não obteve sucesso. Os jogos de azar no Brasil estão proibidos desde 1946.  Mas,  no congresso atualmente tramita uma proposta para legalização, de autoria do senador Ângelo Coronel (PSD-BA). Ele propõe uma reforma do Imposto de Renda com a inclusão dos jogos de a
Fernando Collor quer o apoio de Lira para se candidatar a governador

Fernando Collor quer o apoio de Lira para se candidatar a governador

Blog, Marcelo Firmino
As andanças do senador Fernando Collor (PROS) pelo interior do Estado, colado no presidente da Câmara, deputado Arthur Lira (PP) têm uma razão de ser que pode surpreender mais à frente. Lira tem como aliados na atualidade metade dos prefeitos alagoanos, graças a sua capacidade de articulação e, claro, ao orçamento secreto que seduz e faz sorrir até mesmo o mais sisudo dos gestores municipais. É nessa onda da popularidade adquirida de Arthur Lira que Collor segue surfando. Aonde chega ainda é tratado como "o presidente Collor", o que lhe garante navegar sorridente no seu velho prestígio, sobretudo, com o eleitorado mais antigo. Soma-se a isso o fato de ser hoje o mais novo "amigo de infância" de Jair Bolsonaro. A equipe que o acompanha já não tem mais dúvidas que Collor q
BRK é sinônimo de dor de cabeça intensa e de desgaste para o governo

BRK é sinônimo de dor de cabeça intensa e de desgaste para o governo

Blog, Marcelo Firmino
A água é um bem sagrado para todo e qualquer ser vivo. Por isso mesmo deveria ser um bem comum a todos. Nesse aspecto o governo de Alagoas tem um problema que se não lhe der dores cabeças intensas, certamente trará desgastes na gestão. Chama-se BRK. O contrato do governo de Alagoas assinado com a empresa na ordem de R$ 2,6 bilhões pode ter sido um negócio da China para os cofres do tesouro estadual, mas tornou-se salgado para o consumidor que dependia do abastecimento da água da Casal. Esse contrato que prevê, inicialmente, a prestação dos serviços de água e esgoto de 13 cidades da Região Metropolitana de Maceió pela BRK tem sido objeto de irritação da população, a cada falta d'água nas torneiras. A empresa privatizou o serviço. Assim, tem direito a ele quem paga. A populaç
Governo ameaça até as emendas impositivas de quem for contra a PEC

Governo ameaça até as emendas impositivas de quem for contra a PEC

Blog, Marcelo Firmino, Política
O jogo bruto do governo, nesta quarta-feira, 3,  para a aprovar a PEC do calote nos professores é muito forte. Tanto que agora o Planalto está ameaçando não liberar as emendas impositivas dos parlamentares que votarem contra a PEC. É exatamente essa informação que o presidente da Câmara, Arthur Lira, vai apresentar aos líderes da oposição, cujas bancadas estão contra a PEC dos Precatórios. As emendas parlamentares impositivas foram criadas por lei em 2015. A lei obriga o governo a liberar a execução de emendas parlamentares até o limite de 1,2% da receita corrente líquida. Sendo que metade do valor dessas emendas deve ser aplicada na área de saúde. No ato da aprovação da lei, o presidente da Câmara era o deputado Eduardo Cunha (DEM-RJ). O processo foi feito no auge das mobi
Renan: PEC dos precatórios é atentado contra o presente e futuro do País

Renan: PEC dos precatórios é atentado contra o presente e futuro do País

Blog, Marcelo Firmino
A Câmara dos Deputados deve votar nesta quarta-feira, 3 de novembro, a PEC dos precatórios, em meio a uma grande expectativa dos professores que poderão ficar sem o dinheiro a que têm direito em 2022 e com 40% a menos em 2023. A PEC sofre intensa campanha de reação de parlamentares de oposição, como senador Renan Calheiros (MDB), que tem acusado Bolsonaro de querer dar calote nos professores e demais credores, com puro objetivo eleitoreiro. Nas redes sociais, o senador disse que o Brasil não pode dar um imenso calote em estados e municípios "para financiar a obsessão de Bolsonaro". Segundo ele, a obsessão é acabar com o Bolsa Família "e criar um programa fake só para chamar de seu". Em postagem recente, Renan Calheiros disse que a PEC dos precatórios é um atentado contra o
Orçamento secreto é uma botija de R$ 18 bi nas mãos de Lira e Nogueira

Orçamento secreto é uma botija de R$ 18 bi nas mãos de Lira e Nogueira

Blog, Marcelo Firmino, Política
O controle do Centrão no Orçamento da União, via emendas parlamentares no Congresso, soma no todo a cifra de R$ 33,8 bilhões. Dentro dessa mina estão os recursos das emendas distribuídas via relator geral RP9, um mecanismo criado pelo grupo politico, que foi batizado de "Orçamento Secreto". Pois bem, esse orçamento RP9, para muitos uma botija reluzente, é superior a R$ 18 bilhões. Só que o detalhe aí é quem tem a chave ou o código do "abre-te sésamo". Só mesmo os dois principais líderes do Centrão. O presidente do PP, Ciro Nogueira, hoje Ministro do Gabinete Civil, e o Presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL). A botija recheada deu super poderes aos líderes do Centrão e seu conteúdo tem servido para impulsionar candidaturas de aliados do governo em 2022. O
Ser ou não ser continua sendo o dilema de Renan Filho, hoje

Ser ou não ser continua sendo o dilema de Renan Filho, hoje

Blog, Marcelo Firmino
Ser ou não ser é a tormenta mais latente vivida nos dias atuais pelo governador Renan Filho. Ele quer ser, mas ainda é cedo para decidir. Enquanto isso, segue sonhando com uma vaga no Senado Federal em 2023. Mas, para isso precisa se candidatar a essa vaga e disputar as eleições de 2022. E aí, eis a questão. Deixando o governo em abril do próximo ano,  o substituto será o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Marcelo Victor que, segundo os bastidores, tem ligações com o bloco do presidente da Câmara, deputado Arthur Lira (PP). E vem o dilema: Como Victor trataria Renan Filho durante a campanha para o Senado? Como aliado ou um adversário de Lira? As questões estão na mesa e continuam sendo pontos de interrogação no palácio, que ainda vê outra história incômoda
Depois do dedo na cara de general Lira ameaça cassar deputado

Depois do dedo na cara de general Lira ameaça cassar deputado

Blog, Marcelo Firmino
No Brasil da ex-'nova política', sem nunca ter sido, o presidente da Câmara, deputado Arthur Lira (PP) botou o dedo na cara do general Eduardo Pazuello e disse que iria tirá-lo da cadeira de ministro. A história  gravada em vídeo - e divulgada pelo O Globo - foi narrada pelo também deputado federal Luiz Miranda (DEM-DF). Lira desmente e diz que Miranda vai ter que se explicar na Comissão de Ética. Até então, a demonstração de força do presidente da casa é pública e notória. Mas, o certo é que Pazuello voou do ministério e ainda está envolvido em um emaranhado de casos de corrupção, que remetem ao mangue que é o Ministério da Saúde, terreno dos poderosos da República. O fato é que o video gravado e vazado é bombástico. Nele, Pazuello teria dito: - O Arthur Lira colocou o
Renan Filho e Arthur Lira podem indicar Jó Pereira como candidata a governadora

Renan Filho e Arthur Lira podem indicar Jó Pereira como candidata a governadora

Blog, Marcelo Firmino, Política
No meio político, adversários e inimigos de então podem ser os aliados de amanhã. Os exemplos são os mais diversos e atualíssimos. Diz o folclore que "na política só não se viu ainda foi o boi voar". Mas, o resto... O cenário nacional está repleto de ilustrações recentes. E não só lá. Aqui na terra alagoana há uma articulação em curso que pode unir nas próximas eleições o governador Renan Filho (MDB) e o líder do Centrão, deputado federal Arthur Lira (PP), presidente da Câmara dos Deputados. Eles já se encontraram mais de uma vez, tendo como pauta preferencial a sucessão estadual em 2022. Lira já sinalizou que topa apoiar Renan Filho para o Senado dentro de uma perspectiva de consenso eleitoral. Esse consenso passa exatamente pelo nome da deputada estadual Jô Pereira, pa