28 de novembro de 2021Informação, independência e credibilidade

Tag: Câmara

Renan: PEC dos precatórios é atentado contra o presente e futuro do País

Renan: PEC dos precatórios é atentado contra o presente e futuro do País

Blog, Marcelo Firmino
A Câmara dos Deputados deve votar nesta quarta-feira, 3 de novembro, a PEC dos precatórios, em meio a uma grande expectativa dos professores que poderão ficar sem o dinheiro a que têm direito em 2022 e com 40% a menos em 2023. A PEC sofre intensa campanha de reação de parlamentares de oposição, como senador Renan Calheiros (MDB), que tem acusado Bolsonaro de querer dar calote nos professores e demais credores, com puro objetivo eleitoreiro. Nas redes sociais, o senador disse que o Brasil não pode dar um imenso calote em estados e municípios "para financiar a obsessão de Bolsonaro". Segundo ele, a obsessão é acabar com o Bolsa Família "e criar um programa fake só para chamar de seu". Em postagem recente, Renan Calheiros disse que a PEC dos precatórios é um atentado contra o
Câmara banaliza tragédias do Pinheiro, Brumadinho e Mariana com o estouro da boiada

Câmara banaliza tragédias do Pinheiro, Brumadinho e Mariana com o estouro da boiada

Blog, Brasil, Marcelo Firmino
A proteção ao meio ambiente é indispensável à vida do planeta. Sem fiscalização ambiental as tragédias viram rotina e o resultado vai muito além da tristeza. As tragédias de Brumadinho e Mariana, em Minas Gerais, do Pinheiro, Bom Parto, Mutange e Bebedouro, em Maceió, são provas inequívocas da necessidade de uma legislação ambiental forte. Quando isso não acontece, o homem paga com a vida: seja morrendo soterrado pela lama das barragens, como em Minas, seja pelo colapso na saúde, como no caso de Maceió, após o crime ambiental da Braskem. Mas, infelizmente, a sociedade se omite, se acomoda e deixa a boiada passar, como bem quer o governo, seguindo a cantilena do corrupto ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles. Só que quando "boiadeiros" passam a tanger a boiada de forma d
Escândalo: veja a negociata que perdoou R$ 1 bi de dívidas das igrejas

Escândalo: veja a negociata que perdoou R$ 1 bi de dívidas das igrejas

Blog, Brasil, Marcelo Firmino
O brasileiro envolvido na histeria e no fanatismo político -sempre a berrar contra o STF - nem se tocou no escândalo promovido pela Câmara, a pedido do Presidente da República, Jair Bolsonaro, há exatos dois dias. Na última quarta-feira, 292 deputados aprovaram o perdão das dívidas das igrejas, atendendo ao lobby dos pastores Edir Macedo, RR Soares, Silas Malafaia e Waldemiro Santiago. Juntos, ele deviam mais de R$ 1 bilhão só à Receita Federal. Contrários a essa imoralidade votaram 169 deputados. A matéria já havia passado no Senado e fora aprovada por 73 votos. O perdão às dívidas foi fruto de uma pressão feita pelos pastores ao Presidente da República. Uma espécie de paga pelo apoio dado na eleição. Como aconteceu? Primeiro o deputado federal Davi Soares (DEM-SP
Deputados aprovam a fila vip para vacinação, após as prioridades

Deputados aprovam a fila vip para vacinação, após as prioridades

Blog, Brasil, Marcelo Firmino
Parece que está tudo indo como o diabo gosta. Pelo menos é o que nos remete a decisão da Câmara dos Deputados que aprovou a criação da "fila vip" para a vacinação contra a Covid. Os deputados votaram nesta terça-feira, 3, a liberação da compra de vacinas para o setor privado, que vai buscar os imunizantes nos mesmos lugares que o SUS. Quem você acha que vai comprar mais? Nessa situação, os pacientes do SUS vão ficar na saudade. A falta de um Plano Nacional de Imunização coerente e responsável levou o País a esse Estado. O que vai acontecer depois dessa decisão da Câmara que já saiu do Senado aprovada? O que vem por aí é a criação de nichos, os quais serão formados por empresas para furar a fila única. Ora, se não há vacina no SUS e a fonte distribuidora é a mesma,
Na Câmara, há quem diga que Arthur Lira não perde nem para um trem desgovernado

Na Câmara, há quem diga que Arthur Lira não perde nem para um trem desgovernado

Blog, Marcelo Firmino
O deputado federal Arthur Lira (PP-AL) é determinado e corre célere para ser o presidente Câmara no fevereiro que vem. Há quem sustente que do jeito que as coisas vão correndo será muito difícil alguém afastá-lo do seu objetivo. Alguns observadores do processo batem na tecla e sustentam: Lira não perde nem para um trem desgovernado. Hoje, quinta-feira, 15, o deputado alagoano fechou o apoio de 180 parlamentares da bancada evangélica. Essa, toda ela, ligada aos apstores Edir Macedo, Valdemiro Santiago, RR Soares e Silas Malafaia. Eles, todos, patrocinadores políticos do principal articulador da candidatura de Arthur Lira, que vem a ser sua excelência, Jair Bolsonaro, sem partido. Patrocinado por Rodrigo Maia, atual presidente da Câmara, o principal adversário de
Galba Neto, do MDB, o candidato de JHC para presidência da Câmara

Galba Neto, do MDB, o candidato de JHC para presidência da Câmara

Blog, Marcelo Firmino
Em outros tempos o exercício da oposição política nas casas legislativas era fundamental para se ter governos atentos na gestão do patrimônio público. Isso lá atrás. Mas, aos poucos foi surgindo uma nova geração de jovens políticos eleitos que aderem a qualquer governante, independentemente da ideologia e sigla partidária, de ter sido adversário eleitoral ou coisa parecida. Hay gobierno? Estoy dentro! Ou seja, quase ninguém quer fazer oposição. As benesses do poder são atraentes. Ademais, eleição custa caro e o que foi gasto de alguma forma precisa ser reposto, parece ser o pensamento. Os exemplos estão claros nas Câmaras Municipais, inclusive em Maceió, e Assembleia Legislativa. Em Maceió, por exemplo, há anos não se sabe quem faz oposição na Câmara de Vereadores. Entra
Centrão comandado por Arthur Lira joga duro para influenciar decisões de governo

Centrão comandado por Arthur Lira joga duro para influenciar decisões de governo

Blog, Marcelo Firmino
A luta pelo controle da Comissão Mista de Orçamento (CMO) paralisou a pauta da Câmara dos Deputados, em Brasília. Lá não se vota nada até que se saiba quem vai dominar a comissão. O Centrão, comandado pelo deputado Arthur Lira (PP-AL), quer o controle para mostrar a sua força no colegiado ao governo de Jair Bolsonaro. O bloco tem jogado duro neste sentido. Hoje, os analistas acreditam que é exatamente o Centrão quem tem mais chances de comandar a CMO, exatamente pelos espaços que o grupo criou dentro do governo. Considerando ainda que o Planalto não faz mais nada no Legislativo sem consultar o deputado Arthur Lira, que virou referência maior do Presidente da República. A briga é exatamente para impedir que o atual presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ) continue com força dentro
Rodrigo Maia convida Judiciário a aderir à reforma administrativa

Rodrigo Maia convida Judiciário a aderir à reforma administrativa

Brasil, Vídeos
https://www.youtube.com/watch?v=2BOUSPf8mNo Ao receber nesta quinta-feira (8) uma proposta de agenda legislativa para modernizar o serviço público, o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), convidou o Poder Judiciário e o Ministério Público a aderir ao debate da reforma administrativa. “A reforma administrativa tem de ser ampla e impactar os três Poderes. Existem muitas dúvidas jurídicas de tratar de outro poder sem ser por iniciativa própria. Não será bom se não trouxermos o Supremo e o Ministério Público a esse debate. A reforma do Poder Judiciário de 2005 criou uma estrutura nos três Poderes com salários iniciais muito altos, onde as carreiras perderam a importância”. Rodrigo Maia. Os poderes Executivo e Legislativo já apresentaram projetos de reforma administrat
Oposição quer auxilio novamente a R$ 600 e votações na Câmara são canceladas

Oposição quer auxilio novamente a R$ 600 e votações na Câmara são canceladas

Brasil
A Câmara dos Deputados encerrou os trabalhos deliberativos na tarde desta terça-feira (6) em razão da obstrução de vários partidos. O primeiro item da pauta era a Medida Provisória 993/20, que autoriza o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) a prorrogar, até 28 de julho de 2023, 27 contratos de pessoal por tempo determinado para atender as necessidades do órgão. A oposição obstruiu os trabalhos defendendo a votação da Medida Provisória 1000/20, que cria o auxílio emergencial residual, e a ampliação do valor de R$ 300,00 para R$ 600,00. Outros partidos da base aliada também obstruíram os trabalhos por motivos diferentes, como a não instalação da Comissão Mista de Orçamento. Auxílio emergencial O líder da Minoria, deputado José Guimarães (PT-CE), acus
PEC do Fundeb permanente será votada nesta terça-feira

PEC do Fundeb permanente será votada nesta terça-feira

Política
A pauta de votações do Senado desta terça-feira (25) tem apenas um item: a PEC 26/2020, proposta de emenda à Constituição que torna permanente o Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb). O fundo atual será extinto em 31 de dezembro e se não for renovado, fica ameaçada a distribuição de recursos para o financiamento educacional no país. A sessão deliberativa remota está marcada para as 16h. Além de tornar o Fundeb uma política permanente de Estado, a proposta aumenta progressivamente o percentual de participação da União nos recursos do fundo de 10% para 23%, até 2026. O texto ainda altera a forma de distribuição dos recursos da União. O Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), cuja receita é dist