27 de julho de 2021Informação, independência e credibilidade
Alagoas

Ayres: Vacinação contra a Covid começa em fevereiro em AL

Alagoas assinou protocolo de intenções para a aquisição de 1 milhão de doses da Coronavac

O secretário de Estado da Saúde, Alexandre Ayres, anunciou em coletiva nesta quinta-feira (17) que uma comissão irá fazer o acompanhamento da campanha de imunização contra a Covid-19 em Alagoas. E a vacinação deve começar em fevereiro no Estado.

O anúncio acontece um dia após a assinatura de protocolo de intenções para a aquisição de 1 milhão de doses da vacina, no Instituto Butantan, em São Paulo.

“Por meio do nosso manifesto junto ao Instituto Butantan, solicitamos a disponibilização de um milhão de doses da vacina Coronavac. Como cada cidadão precisa tomar duas doses da vacina, em duas oportunidades, o Estado de Alagoas teria um quantitativo para imunizar 500 mil pessoas. É claro que a vacina não será disponibilizada em sua totalidade, de forma imediata”. Alexandre Ayres, secretário de Estado da Saúde.

Vão integrar a comissão representantes da Secretaria Estadual de Saúde, Ministério Público Estadual, Ministério Público Federal, Conselho Estadual de Saúde e Conselho dos Secretários Municipais de Saúde.

Todos já foram oficiados pela Sesau e até a próxima semana estaremos publicando no Diário Oficial, informou Ayres. Ele adiantou ainda que só será vacinado no Estado de Alagoas aquele cidadão do grupo de risco ou profissional de saúde que se enquadre nos requisitos avaliados pela comissão.

“Serão contemplados os grupos de risco e profissionais de saúde em sua totalidade. Já fizemos o levantamento e iremos vacinar tanto os profissionais de saúde da área pública quanto da área privada, em torno de 80 mil pessoas”. Alexandre Ayres.

Alagoas seguirá o provável calendário nacional, com previsão do início da vacinação em fevereiro.

Intenção de compra

Os pesquisadores do Butantan conseguirão disponibilizar em termos de quantitativo inicial é no montante de 46 milhões de doses. De 15 de janeiro de 2021 até o final de março de 2021 o Butantan vai destinar a produção de 46 milhões de doses no Brasil.

Sendo adquiridas pelo Governo Federal, essas vacinas entrarão para o rol de insumos do Ministério da Saúde dentro do Plano Nacional de Imunização e serão destinadas à população alagoana.

“Decidimos que era muito mais interessante e importante que Alagoas saísse na frente e nós fôssemos dialogar com o Governo de São Paulo para que, caso o Governo Federal decida adquirir outra vacina com outro prazo de entrega, nós alagoanos teremos prioridade no recebimento diretamente através dessa parceria com o Governo de São Paulo”. Alexandre Ayres.