28 de maio de 2022Informação, independência e credibilidade
Política

Renan diz que de ‘candidatura de 1%’ de Tebet é uma ‘tragédia’ pro MDB

União Brasil aprova Luciano Bivar como pré-candidato à Presidência e pode ser o vice dela em chapa da terceira via

O senador Renan Calheiros (MDB-AL) declarou hoje, em entrevista ao UOL, que o MDB não pode correr o risco de viver uma nova “tragédia” nas eleições, apostando em uma candidatura à Presidência da República que não emplaque nas urnas, como aconteceu em 2018.

Leia mais: Pró-Lula, Renan articula para MDB desistir de Tebet como candidata à presidência

O parlamentar afirmou que apoia o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), por ser o único, nas palavras de Calheiros, com chances de impedir a reeleição de Jair Bolsonaro (PL), de quem é opositor.

Enquanto o emedebista faz parte de uma ala do partido que se aproxima de Lula, pré-candidato pelo PT, e tenta rifar a candidatura ao Planalto da senadora Simone Tebet (MDB-MS), a parlamentar pontuou entre 0,5% e 2% em pesquisas divulgadas na primeira semana de abril. E já pode ter seu vice.

União Brasil

O União Brasil aprovou hoje a indicação do presidente da sigla, Luciano Bivar, como pré-candidato à eleição presidencial de 2022. Segundo nota do partido, a decisão da Executiva Nacional foi unânime.

Leia mais: Tucanos agora querem trocar Doria pela senadora Simone Tebet na 3ª via

A terceira via, bloco político que se apresenta como alternativa à polarização provocada pelo presidente Jair Bolsonaro (PL) e pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), que dominam as pesquisas de intenção de voto, projeta escolher um candidato único até 18 de maio para concorrer ao Palácio do Planalto. O grupo é formado por União Brasil, PSDB, MDB e Cidadania.

A decisão enterra as chances de o ex-ministro e ex-juiz Sergio Moro de concorrer ao posto pela sigla. A ida de Moro ao União Brasil esteve condicionada à desistência do ex-juiz da disputa pela Presidência da República.