20 de junho de 2021Informação, independência e credibilidade
Alagoas

Ronaldo Medeiros volta a criticar posicionamento da Braskem sobre indenização de imóveis

Cabo Bebeto e Francisco Tenório se associaram ao pronunciamento, cobrando um posicionamento dos órgãos de fiscalização

A situação dos moradores dos bairros atingidos pela mineração da Braskem voltou a ser discutida no plenário da Casa durante a sessão ordinária desta quinta-feira, 6.

O assunto foi tema do pronunciamento do deputado Ronaldo Medeiros (MDB), que criticou a postura da empresa sobre as indenizações de imóveis, principalmente dos prédios comerciais e centros empresariais comprometidos pelos impactos do afundamento do solo na região dos bairros Pinheiro, Bebedouro, Mutange e Bom Parto.

“A Braskem continua numa política de humilhar as pessoas que saíram de suas casas. A mineradora, depois de um longo tempo de espera, oferece valores ínfimos, muito abaixo do valor do imóvel”. Ronaldo Medeiros.

De acordo com o parlamentar, agindo dessa forma, a Braskem agride e falta com respeito para com as pessoas já tão sofridas diante do problema.

“Quando o proprietário não aceita a proposta e pede uma reavaliação (do valor do imóvel), recebe uma carta e tem que aguardar por muito mais tempo. Forçando, com isso, que as pessoas aceitem o que a  Braskem quer pagar. Pessoas que tinham escritórios jurídicos, estabelecimentos comerciais na região, estão passando por dificuldades nesse momento, são tratadas com desdém, com um descaso muito grande”. Ronaldo Medeiros.

O deputado informa que está levando as denúncias dos moradores e avaliações de técnicos para serem investigadas pelo Ministérios Públicos Estadual e Federal.

Em aparte, os deputados Cabo Bebeto (PTC) e Francisco Tenório (PMN) se associaram ao pronunciamento de Medeiros, cobrando um posicionamento dos órgãos de fiscalização.

O primeiro, que preside a Comissão do Pinheiro na Casa, disse que recebe esse tipo de denúncia quase que diariamente, e se comprometeu em cobrar explicações dos representantes da Braskem, em reunião que ocorrerá na tarde de hoje.

Bebeto disse ainda que a Braskem acelerou o processo de indenização de imóveis de pessoas que saem às ruas para protestar por seus direitos, mas no que diz respeito aos imóveis mais valorizados, as negociações tornam-se mais difíceis.

“Vossa excelência está certo, pois a Braskem quer induzir o cidadão a aceitar o que ela propõe. A empresa criou o problema e o cidadão não pode ficar a mercê disso”. Cabo Bebeto.

Na mesma linha, o deputado Francisco Tenório disse que a “Braskem não está levando a sério” os moradores das áreas atingidas.

“Parece até que está brincando com a população e com as autoridades constituídas: o Ministério Público e o Poder Judiciário, que participaram da elaboração dos acordos coletivos”, observou o parlamentar, lembrando que muitas pessoas entraram em depressão ou morreram em decorrência do problema.