21 de janeiro de 2021Informação, independência e credibilidade
Maceió

Senai e indústrias doam mais de 500 litros de álcool a instituições

Em seu estado líquido, a substância é recomendada para higienização e limpeza de ambientes, principalmente, de hospitais e de unidades de saúde.

Cesmut, no Tabuleiro do Martins, foi uma das Instituições contempladas | Assessoria

Em meio à pandemia do coronavírus, agente causador da Covid-19, o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), a Usina Santo Antônio e a Plastec doaram 565 litros de álcool líquido de 70 °INPM para ajudar projetos e instituições sociais nas ações de prevenção à doença.

Em seu estado líquido, a substância é recomendada para higienização e limpeza de ambientes, principalmente, de hospitais e de unidades de saúde. Nesta terça-feira, 28, o produto foi entregue ao Lar São Francisco de Assis e Centro de Educação e Saúde das Mulheres do Tabuleiro (Cesmut). Foram 200 litros para cada instituição. Nesta quarta-feira, 29, o projeto Sesi Inspira receberá 165 litros.

O álcool foi doado pela Usina Santo Antônio, em estado bruto. No Laboratório de Química do Senai, o produto foi analisado e recebeu adição de água purificada, seguida de homogeneização. Após uma nova checagem do teor e a confirmação de que atende à especificação do Instituto Nacional de Pesos e Medidas – 70 °INPM –, foi envasado nas embalagens doadas pela Plastec.

“A Indústria do Plástico está presente neste momento de pandemia com várias ações pelo Brasil, em especial aqui em Alagoas, atuando junto a outros parceiros como o Senai, Ufal e Braskem, sendo solidária no apoio e doação de vários materiais, como embalagens, sacos com EPIs, entre outros”, explica o empresário Gilvan Leite, da Plastec.

Para o Senai, é mais uma das iniciativas de combate ao coronavírus. “Essa ação faz parte de nossa contribuição para as unidades de saúde e instituições que acolhem idosos e crianças. Este álcool deve ser utilizado para fazer assepsia e desinfecção de ambientes, assim, teremos mais um esforço no processo de combate à Covid-19”, afirma o gerente de Tecnologia da instituição, Welton Barbosa.