16 de maio de 2021Informação, independência e credibilidade

Tag: COVID-19

Mais de 340 mil mortos e ele diz que ‘não vamos chorar o leite derramado’

Mais de 340 mil mortos e ele diz que ‘não vamos chorar o leite derramado’

Blog, Marcelo Firmino
O Brasil segue a sua triste saga com a morte batendo às portas de todos, sem que isso escandalize ou sensibilize grande parte da sociedade nos dias atuais. São pessoas que incorporaram o pensamento e alma do atual presidente da República, Jair Bolsonaro, que nesta quarta-feira, 7 de abril, em Foz do Iguaçu (PR) desconsiderou completamente as vítimas da Covid-19 no País. Ao ser questionado sobre os números  – mais de 340 mil mortes, vítimas da pandemia –  o presidente reagiu aos costumes, para o delírio dos apoiadores: – Não vamos chorar o leite derramado. Isso vai além da tristeza, muito além da tortura da alma. Isso vai direto e célere pelo caminho mais tortuoso da mediocridade. Mas, é assim: Os medíocres se reconhecem. Operam juntos, agem irmanados e reverberam em unísson
Covid é só um detalhe para Bolsonaro; o problema é não ‘fuder’ a eleição

Covid é só um detalhe para Bolsonaro; o problema é não ‘fuder’ a eleição

Blog, Marcelo Firmino
"Lockdown" sinônimo de palavrão proibido no Brasil - apesar da pandemia que já matou quase 280 mil pessoas - não é nada para Bolsonaro. A Covid muito menos. Para ele, só representa uma única coisa: "fuder a minha reeleição". Foi dito e gravado pela médica Ludhmila Hajja - indicada pelo Presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP), líder do Centrão, para o Ministério da Saúde - na conversa com o presidente, quando ela recusou o cargo, após horas de sabatina e ameaças. Ou seja, se "fode" a campanha do homem, a preocupação nunca foi salvar vidas. Tudo menos isso. E aí tem-se o desrespeito com almas alheias, as famílias que perderam seus entes na pandemia e os demais brasileiros que sofrem essa tortura. Daí também essa bagunça toda provocada no Ministério pelo incomp
Vice Mourão diz que culpa da pandemia é do povo brasileiro

Vice Mourão diz que culpa da pandemia é do povo brasileiro

Blog, Marcelo Firmino
  Ora veja só. A inação do governo na pandemia da Covid-19  foi minimizada pelo vice-presidente da República, general Hamilton Mourão (PRTB). Segundo ele, a culpa da pandemia, que já matou mais de 280 mil pessoas, é do povo brasileiro "que não gosta de cumprir regras". Simples assim. Claro que povo tem sua parcela de culpa por não respeitar o isolamento social e as regras de contenção do vírus. Mas não só isso. Faltaram ações concretas do governo em nome da ciência. Mourão  até isentou o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, de responsabilidades na crise pandêmica. E declarou com todas as letras: -A nossa população não gosta de respeitar regras. Não é da natureza do nosso povo. O vice-presidente é hoje um político afastado das decisões do Planalto pela famíl
Deputados aprovam a fila vip para vacinação, após as prioridades

Deputados aprovam a fila vip para vacinação, após as prioridades

Blog, Brasil, Marcelo Firmino
Parece que está tudo indo como o diabo gosta. Pelo menos é o que nos remete a decisão da Câmara dos Deputados que aprovou a criação da "fila vip" para a vacinação contra a Covid. Os deputados votaram nesta terça-feira, 3, a liberação da compra de vacinas para o setor privado, que vai buscar os imunizantes nos mesmos lugares que o SUS. Quem você acha que vai comprar mais? Nessa situação, os pacientes do SUS vão ficar na saudade. A falta de um Plano Nacional de Imunização coerente e responsável levou o País a esse Estado. O que vai acontecer depois dessa decisão da Câmara que já saiu do Senado aprovada? O que vem por aí é a criação de nichos, os quais serão formados por empresas para furar a fila única. Ora, se não há vacina no SUS e a fonte distribuidora é a mesma,
Depois da cloroquina, agora Bolsonaro quer um spray contra a Covid

Depois da cloroquina, agora Bolsonaro quer um spray contra a Covid

Blog, Brasil, Marcelo Firmino
Depois da Cloroquina, Jair Bolsonaro agora quer outro remédio para a Covid. Com a primeira gastou pelo menos R$ 13 milhões em publicidade para divulgar o remédio que custou aos cofres públicos mais de R$ 70 milhões. Agora, a obsessão do presidente é um Spray que está sendo produzido em Israel. Tal como a Cloroquina aqui, lá o remédio ainda não tem comprovação nenhuma. O governo israelense está iniciando uma fase de testes. O Spray que  o presidente quer para os brasileiros  está sendo desenvolvido no Centro Médico Ichilov, em Tel Aviv. Sobre esse remédio Bolsonaro tem um encontro virtual marcado para esta sexta-feira, 12, com o primeiro ministro de Israel, Benjamin Netanyahu.  Quem é - O primeiro ministro  hoje responde a  processo por corrupção em um tribunal de Jerusal
Furar fila da vacina dá processo e condenação de até 12 anos de prisão

Furar fila da vacina dá processo e condenação de até 12 anos de prisão

Blog, Marcelo Firmino
Furar fila das prioridades da vacinação da Covid-19 é bronca séria. Os casos denunciados serão processados. Os envolvidos responderão por crime de peculato e poderão pegar até 12 anos de prisão, se condenados. Essa norma foi instituída pela Promotoria de Defesa da Saúde do Ministério Público do Distrito Federal. No entanto, tende a se estender para os demais Estados em ação que deve ser conduzida pelo próprio Ministério Público. Portanto, riquinhos, famosos,  apadrinhados políticos e autoridades que estão em vias de furar a fila  fiquem atentos. O crime de peculato é real. No Código Penal, o crime de peculato está previsto no artigo 312. Trata-se de um crime praticado por quem se apropria de um bem público. Neste caso, o crime não será apenas de quem furou a fila. Serão
Renan Filho diz que desencontros sobre vacina no País é uma tristeza

Renan Filho diz que desencontros sobre vacina no País é uma tristeza

Blog, Marcelo Firmino
O governador Renan Filho disse estar acompanhando a polêmica da vacinação contra a Covid-19 no País, com "muita tristeza". Historicamente, segundo ele, o País sempre foi bem sucedido no processo de imunização para diversas doenças, em todos os governos. "Mas é triste a gente ver esse desencontro que há no País agora", destacou. Para ele é fundamental que o governo central, os gestores estaduais e as autoridades da saúde encontrem um caminho para que se possa vacinar a todos, priorizando inicialmente os profissionais de saúde e os idosos. Mas, defendeu também prioridade na vacinação para os profissionais de educação para o retorno às aulas no próximo ano. Renan Filho está convencido de que o retorno à normalidade no País e no mundo só será possível quando a humanidade estive
Collor nas aglomerações de ruas ignora regras sanitárias da Covid-19

Collor nas aglomerações de ruas ignora regras sanitárias da Covid-19

Blog, Eleições 2020, Marcelo Firmino
Quando o assunto é voto, morra quem morrer por que o político não está nem aí para a vida alheia. Tanto faz para ele, desde que não apareça como responsável pela morte de ninguém, mesmo que seja. E assim, em tempos de pandemia com quase 160 mil mortos no Brasil, os políticos seguem fazendo seus carnavais pelas ruas das cidades do interior alagoano sem ter a mínima preocupação de prevenção contra o Covid-19. Que o diga o senador Fernando Collor, que fez postagem nas redes sociais comemorando suas participações nas campanhas de ruas de candidatos a prefeitos. Na foto, Collor em êxtase na multidão, sem máscaras e preocupação zero com a transmissão do vírus. Nesse caso, há que se dizer que a culpa não é só dele. A justiça vê, acompanha, e ignora por completo as recomendações

Contra a burrice? Faço parte do grupo de vacinados, sim!

Blog, Wagner Melo
Bolsonaro e as crias voltaram a nos obrigar a trocar as cotonetes por papel higiênico na hora de limpar os ouvidos. O assunto agora é a vacina contra a Covid-19. De acordo com o mandatário da Nação, ninguém pode ser obrigado a se imunizar contra o novo coronavírus. Sim, a tal gente estúpida pode sabotar medidas sanitárias que visem a eliminar um vírus que já causou muito prejuízo no mundo inteiro, não apenas materiais. A abobrinha presidencial contradiz a Lei de nº 13.979, de 6 de fevereiro deste ano, que dispõe sobre as medidas para enfrentamento da emergência de saúde pública decorrentes da doença. Ela torna vacinação compulsória, entre outras medidas profiláticas. Clique AQUI para ler o ato presidencial. O besteirol foi reproduzido pelos puxa-sacos da Secom e pelo deputado
Apesar de quase 115 mil mortos, Bolsonaro faz o evento “Vencendo a Covid-19”

Apesar de quase 115 mil mortos, Bolsonaro faz o evento “Vencendo a Covid-19”

Blog, Marcelo Firmino
Quando a segunda-feira chegar, 24 de agosto, o presidente Jair Bolsonaro terá como primeiro compromisso do dia um evento no Palácio do Planalto, com o seguinte título: "Encontro Brasil Vencendo a Covid-19". O evento será transmitido pela TV Brasil, conforme divulgou o cerimonial do Planalto, mas sem detalhar exatamente do que se trata. Pelo sim pelo não, já se sabe que o auxílio emergencial, para não perder o foco, terá lugar de destaque no encontro. A hidroxicloroquina idem. O que certamente deixará muito feliz, neste caso,  o laboratório fabricante do medicamento preferido do presidente brasileiro. Resta saber o que dirá sua excelência dos quase 115 mil mortos no País e de 3,5 milhões de brasileiros infectados pelo vírus? Que não tem nada isso com isso e que não é coveiro, ele já d