5 de março de 2024Informação, independência e credibilidade

Pequeno Polegar

Pequeno Polegar é um jovem jornalista que se acha “radical chic”, disposto a acompanhar nesse blog os fatos pitorescos do cotidiano, falando de personagens e de personalidades que costumam pisar na bola pelo meio mundo. Mas, com toda consideração.

Novos ricos do grupo do Gabi e a depressão do Davan sem comissão, nem namorada

Novos ricos do grupo do Gabi e a depressão do Davan sem comissão, nem namorada

Blog, Expresso, Pequeno Polegar
Esta sexta-feira, 18 de novembro, teve tudo para ser o dia da implosão do grupo do Gabiru, que com os atenuantes duvidosos, tornou-se grupo do "Gabi". Coube ao amigo Considerado pedir calma e serenidade ao parceiro Davan, que estava inconsolável na mesa do bar por contra de um negócio que não deu certo. Já não basta a confusão política entre eles, agora o caldo entornou com o surgimento dos novos ricos no pedaço. Eles, sobreviventes risonhos do crime ambiental da Braskem. Isso por que pelo menos dois deles tinham negócios no Pinheiro e, recentemente, receberam "a bufunfa". "Carneirão Zabumbeiro", ex empreendedor do bairro, recebeu a bagatela de R$ 8 milhões, mas deixou claro que tinha direito a R$ 12 milhas... De qualquer forma está milionário e entregou o dinheiro ao genro
Considerado e Nildinha encontram Sílvio Paizinho, eleitor do sargentão

Considerado e Nildinha encontram Sílvio Paizinho, eleitor do sargentão

Blog, Pequeno Polegar
Membro recluso da Turma do Gabiru, desde o início da pandemia, embora tenha tomado todas as cloroquinas possíveis e imagináveis, "Sílvio Paizinho" saiu de casa só no dia 30 de outubro para votar no Bozo. Embora seja um homem de conhecimento jurídico aposentado, "Paizinho", ex-lateral esquerdo do Abrantes do saudoso Bebedouro, em Maceió, tem, contudo, uma frustração na vida. Ele amava uma farda e queria ser milico, mas o pai não deixou. Isso, justifica, portanto, sua paixão por um ex-capitão expulso do Exército por ter sido um péssimo militar. Mas, esse  é outro papo para depois do segundo turno das eleições. E por quê Sílvio Paizinho? Segundo os membros do grupo, quando se encontra em estado etílico alterado, ele se diz o padrasto preferido do Batoré. Claro, que o jovem não ac
Considerado: Do Palácio pra Estalão, tudo com Lindo Olhar

Considerado: Do Palácio pra Estalão, tudo com Lindo Olhar

Blog, Pequeno Polegar
Considerado volta da rua após uma breve estada com a turma do Gabi, exatamente no bar do Gabiru. Chegou com a cara de quem comeu e não gostou e foi percebido pela vó Nildinha. Ela sempre preocupada com o neto, que cria desde bebê, procura a informação de imediato. Exatamente naquela de farejar problemas em seu entorno e tentar resolvê-los de forma serena. -Você saiu para encontrar sua turma e logo volta de cara amuada. Que houve, brigou? - Perguntou a vó. Como sempre ele resmungou que estava tudo bem, a não ser por que a turma de velhos tempos já não é mais mesma. Antes alegre, divertida e aventureira. Hoje, disse ele, para Nildinha, a turma "tornou-se uma bolha bozoide que respira alucinada". -Meu Deus, sério isso Considerado? Nildinha pareceu assustada quando fez a per
Considerado e o chiqueiro do Bozo com ouro em barra,  segundo a Cega Dedé

Considerado e o chiqueiro do Bozo com ouro em barra, segundo a Cega Dedé

Blog, Pequeno Polegar
Considerado senta-se à mesa para tomar uma jarra de vitamina de abacate, mas de olhos grudados no celular. Sua tarefa é acompanhar as redes sociais e os sites de sua preferência. Em determinado momento faz uma zoada que assusta a vó Nildinha e a atenta Cega Dedé. Isso depois de arregalar os olhos na leitura de um Twitter. E aí lascou a exclamação: "Eita porra!" -Que é isso seu desnaturado? - Recrimina a avó, mas também curiosa para saber o que ele viu de interessante no celular. Ele então de sorriso aberto responde: -É aquele ex-ministro da Educação de nome estranho, vó. O tal de Abrahão... -Abrahão, não, seu desmiolado. O nome dele é Abraham Weintraub. Trata-se de  um nome de origem hebraica. - Reagiu Nildinha exibindo seu saber de professora aposentada.  Ainda assim quis
O balanço da Santa Amélia: Lira e Renan podem fazer selfie juntinhos no novo assento

O balanço da Santa Amélia: Lira e Renan podem fazer selfie juntinhos no novo assento

Alagoas, Blog, Pequeno Polegar
Lembra do balanço instagramável lá na Santa Amélia? Pois é. Sumiu, ninguém sabe, ninguém viu. Agora há uma missão para "arapongas" descobrirem o paradeiro do balanço gigante. Uma das hipóteses é que pode ter balaçado tanto que as cordas não suportaram e ele caiu na lagoa. Mas, a arapongagem oficial analisa a possibilidade de algum bozoide fortão ter quebrado o balanço na cabeça de alguém, por que deixaram no assento uma "praguinha" do Lula. Há ainda a versão de que um marombado, de suástica tatuada no pescoço, ter tocado fogo no balanço após um jovem negro, de cabelo balck power, ter sentado para  fazer a foto e enviá-la para a namorada em Coité do Noia. O caso é sério e os tempos mais ainda. Mas, a Prefeitura já disse que o balanço é democrático e vai colocar outro no l
Considerado e os atiradores do clube de tiro criado pelo Gabiru e o Magistrado

Considerado e os atiradores do clube de tiro criado pelo Gabiru e o Magistrado

Blog, Pequeno Polegar
Sábado de aleluia, o Considerado se arrumou todo, colocou uma bota no estilo coturno e vestiu um colete à prova de bala por baixo da camisa. O ritmo acelerado do jovem chamou a atenção da vó, dona Nildinha, que, assustada, quis saber o que estava se passando. Ele tentou embromar e a velha insistiu na informação. Principalmente por que os apetrechos usados sugeriam alguma coisa anormal na vida dele. “Olha menino você tem que me dizer o que está acontecendo por que estou ficando assustada com essa vestimenta toda”, disse-lhe. Considerado tentou tranquilizá-la dizendo que estava tudo bem e que não havia bronca nenhuma em sua vida. Ela não acreditou: -Você não é militar para andar com colete à prova de bala e não me consta que seja um bandido miliciano... Antes que a convers
“Sexóloga” de Penedo gera discussão do Considerado com Tonelada e Old Santeiro, no Grutinha

“Sexóloga” de Penedo gera discussão do Considerado com Tonelada e Old Santeiro, no Grutinha

Blog, Pequeno Polegar
Considerado chega ao Grutinha - bar do Toinho, na Gruta de Lourdes, em Maceió - e senta ao lado de Old Santeiro, o bisneto da baronesa do Brejo Grande. Ela era natural de Penedo, mas havia casado com um Barão, Brejo Grande (SE). Santeiro passou a contar seu encantamento com a viagem do fim de semana passado à histórica cidade alagoana, agora com o leito do rio São Francisco cheio, de correntezas fortes. Segundo ele, lembrou muito os seus tempos de menino, época em que a baronesa ainda era a famosa "sexóloga" da cidade, mas já  em final de carreira. Considerado ficou a pensar se existia sexóloga no mundo, no tempo em que Old Santeiro era menino. Fez cara feia pra lá e pra cá, mas deixou a conversa fluir. Santeiro já está chegando aos 80 ou mais. Se a baronesa estava em fim d
Considerado e os enamorados do grupo do Gabi pra desgosto do Purê Azedo

Considerado e os enamorados do grupo do Gabi pra desgosto do Purê Azedo

Blog, Pequeno Polegar
De olho na tela do celular, Considerado amanhece em altas gargalhadas. Conectado ao grupo do zap do “Gabi”, ele acabou incomodando a avó Nildinha e a Cega Dedé de PJ que acordaram em meio inconveniência do jovem. Contrariada por ter se levantado da cama com as risadas estridentes do rapaz, Nildinha fez seu protesto veemente contra o barulho. -Você não tem respeito por duas idosas que merecem o direito ao descanso e à paz, Considerado. – Reclamou ela. -Desculpe vó é que eu não me contive com as postagens do grupo. – Disse-lhe. Sendo assim, ela quis saber o que havia de tão especial nesse grupo que o neto estava às gargalhadas antes das 6 horas da manhã. Ele explicou que o grupo é formado por uma bolha de maioria fanática por Bolsonaro e hoje havia quebrado o paradigma, enfim
Considerado, o buffet do Purê e a “oiática” de Zoião no fim de ano

Considerado, o buffet do Purê e a “oiática” de Zoião no fim de ano

Blog, Expresso, Pequeno Polegar
Depois de um longo período de isolamento, tomando conta a avó Nildinha e da amiga Cega Dedé de PJ, o Considerado reapareceu na Confraria Metá-Metá do Bar do Gabi. Um tanto quanto misterioso, cumprimentou os velhos amigos um a um, com certa formalidade e distanciamento. Mão fechada, tocando levemente os demais, logo foi provocado pelo Pastor. -Pra que essa boiolagem, a pandemia acabou otário. Coisa de ota, mesmo. – Esbravejou o reverendo sem igreja, mas cobrador de dízimo. E ouviu: -Ota és tu; oh ser negacionista, admirador das antas em terras griladas! Fazendeiro em Joaquim Gomes, o pastor fechou a cara e virou um copo cheio cachaça que ganhou do Zé Fumacê. Considerado então seguiu em sua sessão de cumprimentos. Entre um aceno e outro foi questionado pelo Davan Tonelada:
Vó do Considerado vai à praia pra mostrar a vagina a “bozoide” safado

Vó do Considerado vai à praia pra mostrar a vagina a “bozoide” safado

Blog, Pequeno Polegar
  Quinze dias após tomar a segunda dose da CoronaVac, dona Nildinha, a avó do Considerado, chamou o neto e a amiga de Paulo Jacinto, a Cega Dedé, para irem à praia. Mais alegre que borboleta quando sai do casulo, vestiu seu maiô de crochê, rosa bebê, para ir à Guaxuma. Tomar um banho de mar, depois de tanto tempo no isolamento com medo da "gripezinha", é mais que um presente. É viver o estado de graça. Considerado preparou um cooler térmico com cervejas e refrigerantes e passou a colocar tudo na mala do carro, onde já estavam as cadeiras e um guarda sol. Pra não ficar só com as duas idosas, ele logo pensou em chamar o inseparável amigo Batoré. E avisou a avó que estava ligando para ele. Mas ouviu dela: - Para quê? Não adianta chamá-lo. - Por quê não? -Questionou o neto