27 de janeiro de 2022Informação, independência e credibilidade
Política

Governo recua, de novo, e agora negocia retorno do Fundo Amazônia

O próprio ministro e o presidente espalhavam mentiras sobre o fundo e até mesmo os países doares

O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles,

Ricardo Salles, ministro do Meio Ambiente, confirmou a negociação dos repasses dos países doadores do Fundo Amazônia, que estão prestes a serem retomados.

O governador Helder Barbalho, do Pará, já havia afirmado após reunião com embaixadores da Alemanha, Reino Unido e Noruega, nesta sexta-feira (13), que isso poderá acontecer “nos próximos dias”.

Salles afirma que o acordo está praticamente fechado e que os governadores, na reunião desta sexta-feira, foram comunicados pelos embaixadores sobre o avanço das negociações.

Suspensão

Em agosto, Alemanha e Noruega haviam suspendido as doações após críticas do presidente Jair Bolsonaro e do ministro Salles à política ambiental desses países. O próprio ministro compartilhava mentiras nas redes sociais, criticando o fundo e até mesmo os países doares.

Bolsonaro seguia na mesma tocada. Além de, em casa, atacar os ‘maus brasileiros por usarem números mentirosos‘, após mudanças no Inpe, atacou a Noruega (com um vídeo errôneo usando imagens da Dinamarca) e sugeriu que a Alemanha use o dinheiro para reflorestar sua própria vegetação – o que fez com que a embaixada alemã respondesse, em mais um desnecessário entrave diplomático.

Ele já chegou até a falar que “só uma pessoa sem cultura fala que Amazônia é nossa”.