20 de outubro de 2021Informação, independência e credibilidade

Vídeos

Bolsonaro diz não ter culpa de nada e que CPI produziu rancor, ódio e foi perda de tempo

Bolsonaro diz não ter culpa de nada e que CPI produziu rancor, ódio e foi perda de tempo

Vídeos
Feita a leitura do relatório da CPI, o presidente Jair Bolsonaro, alvo do maior número de indiciamentos, e seu filho Flávio Bolsonaro, membro suplente da comissão, reagiram de forma jocosa ao texto assinado pelo relator Renan Calheiros. No senado, o filho 01 respondeu imitando a gargalhada do pai, para mostrar a impressão do presidente sobre as acusações da CPI. Mais de 600 mil brasileiros morreram por causa da Covid-19. Além da risada em momento inapropriado, Flávio é o mesmo que chamou de "ativistas escolhidos a dedo" os familiares enlutados que criticaram o governo, em depoimentos nesta segunda na CPI. Leia mais: Familiares enlutados dividem espaço com o “macabro” e batalha de egos na CPI Já seu pai, o presidente Jair Bolsonaro, partiu para o ataque. Enquanto o senador R
Familiares enlutados dividem espaço com o “macabro” e batalha de egos na CPI

Familiares enlutados dividem espaço com o “macabro” e batalha de egos na CPI

Política, Vídeos
No que deve ser a última semana com depoimentos, a CPI da Covid no Senado teve nesta segunda (18) uma sessão emocionalmente carregada, mas, ainda assim, necessária: o depoimento de familiares que perderam parentes para o novo coronavírus nesta pandemia. Márcio Antonio do Nascimento Silva, pai que perdeu o filho de 25 anos em março do ano passado, foi um dos que falou ontem. Além do seu já histórico depoimento sobre seu luto 'não ser mimimi' e questionar negacionistas, ele infelizmente já estava destacado por outro momento triste: a foto dele recolocando cruzes retiradas por um bolsonarista idoso que com orgulho segurava uma bandeira do Brasil: “Três dias depois de enterrar meu filho, eu ouvi aquela fatídica frase: ‘E daí?’. Isso me gerou muita raiva, muito ódio, me fez muito
Vídeo: Pai que perdeu filho de 25 anos mostra na CPI o quão Bolsonaro está errado

Vídeo: Pai que perdeu filho de 25 anos mostra na CPI o quão Bolsonaro está errado

Brasil, Vídeos
Márcio Antonio do Nascimento Silva, cujo filho de 25 anos morreu em decorrência da Covid, foi um dos familiares que perderam parentes a dar seu testemunho de luto provocado por esta pandemia. E, mais uma vez, evidenciou o quanto o presidente Jair Bolsonaro e seus apoiadores estão errados. Márcio ficou conhecido por recolocar cruzes que foram derrubadas durante manifestação na praia de Copacabana em homenagem às vítimas da pandemia. Emocionado, ele relatou à CPI os últimos momentos com o filho de 25 anos, morto em março de 2020. “Três dias depois de enterrar meu filho, eu ouvi aquela fatídica frase: ‘E daí?’. Isso me gerou muita raiva, muito ódio, me fez muito mal”. Márcio Antonio. Ainda longe de aceitar o que aconteceu, Márcio Antonio também questionou a relevância do nega
Vídeo: Bolsonaro é vaiado e chamado de genocida e vagabundo durante discurso em BH

Vídeo: Bolsonaro é vaiado e chamado de genocida e vagabundo durante discurso em BH

Vídeos
Em passagem nesta quinta-feira (30) em Belo Horizonte (MG), o presidente Jair Bolsonaro discursava em cerimônia do projeto para as obras do metrô. A viagem faz parte da comemoração de seu 1000 dias de governo, que contou também com uma pose ao lado de uma criança vestida de policial militar segurando um rifle de brinquedo. O presidente então tomou o rifle das mãos do menino e o exibiu, como se atirasse para o alto. Foi então saudado aos gritos de ‘mito’. "Assim foi criada a minha geração e crescemos homens fortes, sadios e respeitadores. Meu cumprimento aos pais desse garoto por estarememprestando o moleque pra dar um exemplo aqui de civilidade e patriotismo e de respeito”. Jair Bolsonaro. A alegria plena dele, de posar com um rifle de brinquedo ao lado de uma criança, foi int
Sem estar olhando pro espelho, Bolsonaro diz que Lula quer acabar com CLT, 13º, férias, FGTS e hora extra

Sem estar olhando pro espelho, Bolsonaro diz que Lula quer acabar com CLT, 13º, férias, FGTS e hora extra

Política, Vídeos
O presidente Jair Bolsonaro disse nesta quarta-feira (29) que o ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva pretende adotar o modelo econômico da China e, para isso, seria necessário acabar com direitos trabalhistas. A declaração foi dada em evento para anúncio de obras em Roraima. Bolsonaro disse ter visto um vídeo em que Lula teria sugerido a necessidade de o Brasil usar a China como exemplo de economia. O presidente, no entanto, disse que para espelhar a economia chinesa é necessário acabar com a CLT, 13° salário, férias e horas extras. "Agora há pouco, assisti um vídeo do ex-presidente Lula dizendo que o modelo econômico da China é o que deve ser imposto no Brasil. Obviamente, o primeiro passo que deveria ser feito aqui no Brasil, se esse cara viesse a ocupar a presidência, para se
Vídeo: Hang chega à CPI, feliz e saltitante, escoltado por Flavio Bolsoanro, Marcos Rogério e Heinze

Vídeo: Hang chega à CPI, feliz e saltitante, escoltado por Flavio Bolsoanro, Marcos Rogério e Heinze

Política, Vídeos
O empresário bolsonarista Luciano Hang chegou feliz e saltitante ao seu depoimento na CPI da Pandemia. Isso apesar dele ter que se explicar sobre sua promoção de medicamentos ineficazes contra a Covid-19 e até mesmo a mudança da causa da morte de sua mãe - o dono da Havan achou que seria prejudicial a notícia de que sua mãe morreu por causa do novo coronavírus. Leia mais: CPI recebe Hang para falar sobre fake news, gabinete paralelo e morte da mãe na Prevent As algemas que ele levou, para ser preso, foram barradas pelo detector de metais do Senado. Uma premissa do que será a balburdia circense do aliado do presidente, que chegou escoltado pelo filho 01 Flávio Bolsonaro, Marcos Rogério e Luis Carlos Heinze, todos da tropa de choque governista na CPI. Apesar disso, ele avisou, ao c
Se óbito também é alta, matar para ganhar dinheiro foi a estratégia

Se óbito também é alta, matar para ganhar dinheiro foi a estratégia

Blog, Brasil, Marcelo Firmino, Vídeos
Foi mais que estarrecedora a fala da advogada Bruna Morato, na CPI da Covid-19, quando narrou a série de crimes e assassinatos praticados pela Prevent Senior em suas UTIs. As vítimas eram idosos submetidos a cobaia de um tratamento alternativo a doença, sem autorização. Morato é a advogada dos médicos que se recusaram a seguir a rota da morte imposta no tratamento da Covid, à base da cloroquina e outros placebos. Os negacionistas, movidos pela cegueira ideológica, nem pestanejaram quando a advogada denunciou que a Senior mandava retirar o oxigênio dos pacientes com Covid, após 14 dias, por que "óbito também é alta". Sem dúvidas um crime em série. Com metodologia e a estratégia matar para ganhar dinheiro. Esse foi o cenário montado pela operadora de saúde, em conluio
Collor defende Bolsonaro em Alagoas: ‘não tem culpa pela pandemia ou falta de chuva’

Collor defende Bolsonaro em Alagoas: ‘não tem culpa pela pandemia ou falta de chuva’

Política, Vídeos
Diante do fiasco em suas medidas contra a pandemia mais e as crises econômica e hídrica, a popularidade do presidente Jair Bolsonaro despencou. E para tentar reverter este quadro, ele cai de cabeça em uma semana de viagens e obras para marcar os mil dias de governo. Nesta terça-feira (28), uma de suas passagens foi o município de Teotonio Vilela, para a entrega de 400 moradias populares no Residencial Dr. Marcelo Vilela. Apesar da alta do dólar, que elevou também o preço de alimentos, combustíveis e toda uma outra cadeia econômica, que resulta em inflação acima da média, o presidente, claro, foi recebido aos gritos de mito. E garantiu para si os cliques ao ser recepcionado por centenas de pessoas. E dentre as figuras presentes ao lado de Bolsonaro, estavam o presidente da
Corrupto, ladrão, picareta, vagabundo: As ofensas trocadas por Renan e Mello ao vivo na CPI

Corrupto, ladrão, picareta, vagabundo: As ofensas trocadas por Renan e Mello ao vivo na CPI

Política, Vídeos
Durante a audiência na CPI da Covid do diretor institucional da Precisa Medicamentos, Danilo Trento, o relator do colegiado, Renan Calheiros (MDB-AL) trocou ofensas com o bolsonarista Jorginho Mello (PL-SC). Enquanto Calheiros justificava a "percepção de corrupção" com a escolha de Jair Bolsonaro ignorar Pfizer, Buntantan e OMS para priorizar empresas questionáveis, como a Precisa, para compra de vacinas, Mello resolveu defender "seu presidente" e a "honra" do empresário Luciano Hang. Leia mais: Hang é convocado pela CPI e deve depor na quarta-feira No começo, eles até se tratavam com "vossa excelência", mas até se acusarem de vagabundo, ladrão e picareta foi um salto. Logo depois, o microfone da sala da CPI foi cortado. Renan chegou a descer da mesa diretora e se dirigiu a
Bolsonaro mente na ONU sobre fim da corrupção e “auxílio de 800 dólares”

Bolsonaro mente na ONU sobre fim da corrupção e “auxílio de 800 dólares”

Política, Vídeos
Como primeiro chefe de estado a discursar na 76ª Assembleia-Geral da ONU, o presidente Jair Bolsonaro iniciou seu discurso dando o preâmbulo do conteúdo de toda sua fala: mentiras deslavadas, invenções e delírios de um cidadão que só fala para seu gado. Logo de cara, Bolsonaro disse que desde que iniciou seu governo o Brasil mudou para melhor. Segundo ele, não há mais casos "concretos" de corrupção, o Brasil foi salvo do socialismo e com um presidente temente a Deus, enalteceu a defesa da Amazônia por parte do governo, uma agricultura que não emite carbono. Leia mais: Pária mundial, Bolsonaro destrói imagem do Brasil aos olhos do mundo O presidente, que logo de cara disse que iria contar uma história diferente de jornais e televisões, teve ainda a coragem de defender o tratame