29 de julho de 2021Informação, independência e credibilidade
Política

Capitã Cloroquina combinou perguntas com governistas na CPI e diz não ter provas do tratamento precoce

No final do vídeo, ela diz estar literalmente em um Brasil Paralelo, pois está conversando com um Olavista

A CPI da Pandemia teve acesso a um vídeo em que a Capitã Cloroquina, nome jocoso de Mayra Pinheiro, secretária do Ministério da Saúde, treinou perguntas e respostas antes de depor na comissão.

Em conversa com o biólogo Regis Andriolo, defensor do uso de medicamentos sem eficácia para tratamento de Covid, eles se enrolou com as provas. Admitindo que não tem estudos, eles apelam para a elaboração de perguntas cantadas, que ela enviaria para os senadores da tropa de choque.

“A gente tem um grupo que nos apoia, que reconhece o nosso trabalho, e esse grupo precisa fazer perguntas, no direito que eles têm de interrogarem o depoente, que nos ajudem no nosso discurso. Então que perguntas eu posso dar pra esses senadores fazerem a mim, entendeu? Eles jogam pra eu fazer o gol. Eles chutam pra eu fazer o gol. Capricha. E já me dá a resposta porque os senadores têm que ter essa respostinha, entendeu? São 5 senadores… que vão jogar com a gente. Então eu preciso dar perguntas a eles pra eles me interrogarem cuja resposta seja a oportunidade deu falar”. Capitã Cloroquina.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.