25 de maio de 2022Informação, independência e credibilidade
Brasil

Centrão avança tira general da presidência de Itaipu e vai nomear mulher de líder do governo

Cida Borghetti, mulher de Ricardo Barros, é o nome do Centrão para presidir a Itaipu binacional

General Ferreira deve ceder o lugar para Cida Borghetti, do Centrão.

O diretor-geral brasileiro da Itaipu BinacionalGeneral João Francisco Ferreira que assumiu o cargo no lugar do general Joaquim Silva e Luna, anunciou na manhã desta terça-feira, 25, que deixará o cargo.

Ele permaneceria dois anos e só sairia em maio. Ferreira é o 13º diretor-geral brasileiro e o quarto militar a comandar a Itaipu. Mas, sob pressão dos líderes do Centrão, que hoje controlam o governo Bolsonaro, o general não resistiu.

O anúncio da saída foi feito pelo próprio general Ferreira, durante reunião com diretores e assessores da empresa. Não adiantou os motivos da saída e se limitou a dizer que seu substituto com perfil diferente do dele, ou seja, possivelmente mais negociador político.

O general João Ferreira deverá ser substituído por Cida Borghetti, mulher do líder do governo na Câmara, Ricardo Barros, do Partido Progressista. Barros com Ciro Nogueira e Artur Lira são líderes do Centrão.

Cida Borghetti é ex-governadora do Paraná e atualmente  ocupa o cargo de conselheira na gestão de  Itaipu.