25 de junho de 2022Informação, independência e credibilidade
Brasil

Empresário contrário ao isolamento social perde o filho de 23 anos para o Covid-19

Bolsonarista, ele apoiava a postura do presidente em favor da economia; Filho foi o mais jovem do Brasil a ter a morte confirmada

Matheus Aciole, de 23 anos, é a mais jovem vítima do novo coronavírus no Brasil e seu pai, Manoel Balbino, era defensor das práticas de Bolsonaro em priorizar a economia

Manoel Balbino, empresário e proprietário de uma pequena fábrica de bolos em Natal (RN), perdeu seu filho, Matheus Aciole, de 23 anos, em decorrência de complicações da Covid-19.

Matheus Aciole é oficialmente o mais jovem em todo o Brasil a morrer por causa do novo coronavírus, uma doença que segundo o presidente Jair Bolsonaro, nem mesmo idosos com histórico de atletas seriam atingidos.

Infelizmente, o pai da vítima é relativamente assíduo nas redes sociais e fez ao menos duas postagens em apoio à postura do presidente desmerecendo a crise do coronavírus.

Em uma delas, Balbino comparava a crise da gripe suína com a recente, do coronavírus, minimizando o risco do coronavírus. O aviso era claro. E mentiroso

Em outra postagem, a mensagem dizia “Foi só Bolsonaro falar em voltar trabalhar que a petezada tá tudo bravo…”.

Pois bem, por um triste acaso, seu filho Matheus Aciole morreu, no início da noite desta terça-feira (31), em um hospital privado da capital potiguar.

De acordo com as autoridades locais de saúde, Aciole era obeso e apresentava pré-diabetes, fatores considerados de risco para o novo coronavírus.

Ele tinha o sonho de abrir um bistrô para colocar em prática o que aprendeu nas faculdades de Gastronomia e Nutrição. Sonho destruído pelo novo coronavírus, mas com certo auxílio catalizador do endosso irresponsável do presidente do Brasil. E do próprio pai.

3 Comments

  • Avatar Márcia Ferreira

    Aqui em São leopoldo morreu criança com 2.e 4 anos …como q ele é o mais novo no Brasil á morrer?

  • Avatar Humberto N. Finatti

    Nenhum espanto: a horda jumentalha boçalnara que ainda RELINCHA em defesa do nazi genocida só vai entender a gravidade da situação e que temos um VERME e LIXO como presidente, quando SENTIR NA PELE a DOR de perder alguém da família. Como esse pai infelizmente acaba de perder.

Comments are closed.