29 de novembro de 2021Informação, independência e credibilidade
Brasil

Irresponsável, Bolsonaro diz no Acre que vai “fuzilar a petralhada”

Candidato simulou segurar metralhadora com tripé de uma câmera, para delírio de seus fãs que querem mais violência para combater violência

Há limites para a liberdade de expressão, mesmo que você tenha imunidade parlamentar. O candidato Jair Bolsonaro (PSL), apelidado de mito por seus fãs, usa e abusa de seus fãs por “falar coisas que ninguém tem coragem”, mas que são na verdade absurdos criminosos, repletos de misoginia e ódio.

Ele, que sabe distinguir quais mulheres não merecem ser estupradas ou que quilombolas não servem nem pra procriar, atacou mais uma vez, agora no Acre. De novo, falando, não literal, mas é aquela coisa: formador de opinião, aclamado como mito e incentivador de violência, teve desta vez “petralhas como alvo”.

Diante de seu eleitorado, que gritava em êxtase, pegou o tripé de uma câmera, simulou segurar uma metralhadora e gritou com orgulho no microfone: “Vamos fuzilar a petralhada aqui do Acre”! Não é fake news, nem mesmo falta de interpretação. Há vídeo dele falando literalmente isso. Sua ideia é expulsar “petralhas” para a Venezuela, que não tem mortadela, e por isso precisarão comer capim.

O ato não foi imbecil, impensado ou maldoso. É simplesmente criminoso. “Crime é o que o PT fez no Brasil”, dirão seus defensores. Bem… Eles são da linha violência se combate com violência, pelo menos estão sendo coerentes. A boa notícia é que no Acre deve ter muito mais capim.

Apesar de estar com índios no palanque, em sua passagem no norte do país criticou a proteção da Floresta Amazônica. o candidato do PSL disse que os órgãos ambientais estão intensificando demais a fiscalização e declarou ainda que o “excesso” de áreas protegidas no Brasil, como reservas indígenas e parques nacionais, “atrapalham” o desenvolvimento do país.”

“O Brasil não suporta ter mais de 50% do território demarcado como terras indígenas, juntamente com áreas de preservação ambiental, com parques nacionais. E essas reservas todas atrapalham o desenvolvimento”. O presidenciável afirmou que o Brasil é o país com mais áreas ambientais protegidas por lei.

Segundo ele, outros países conseguem “preservar” o meio ambiente com menos áreas de preservação ambiental. Talvez ele não compreenda que o Brasil possua a maior floresta do mundo, daí a necessidade de proteger mais dela. Em tempo: já mencionamos que ele falou declaradamente que quer fuzilar “petralhas”?