22 de maio de 2022Informação, independência e credibilidade
Brasil

Justiça eleitoral alerta tribunais para avalanche de fake news nas eleições

Corte eleitoral estima mais de 100 mil denúncias contra fakes, além dos atuais e costumeiros ataques de candidatos de contra as urnas eletrônicas

TSE alerta tribunais para o combate as fekes news

Enfrentar a avalanche de fake news (notícias falsas) na internet, durante o período eleitoral é um dos grandes desafios do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) nas eleições deste ano.

De acordo com Assessoria Especial de Enfrentamento à Desinformação do TSE, a circulação de notícias falsas no País e os ataques à própria justiça eleitoral têm aumentado e a estimativa é que a corte este ano receba mais de 100 mil denúncias contra as fakes.

Para elevar a dor de cabeça do tribunal, soma-se a isso as investidas do presidente Jair Bolsonaro (PL) contra as urnas eletrônicas, minando a confiabilidade do processo de votação e defendendo o retorno ao voto de cédula de papel.

O Programa de Enfrentamento à Desinformação,  que combate às notícias falsas, tomou grande parte da agenda do TSE. É uma reação ao que houve em 2018, quando a eleição ficou marcada pela forte atuação de grupos organizados que agiram criminosamente na internet para produzir e disseminar conteúdos mentirosos nas redes para manipular o eleitorado.

No encontro com os presidentes dos tribunais regionais eleitorais (TREs) do Nordeste, na sexta-feira, 1º de abril,  o presidente do TSE. Edson Fachin, exigiu atenção total e veemente combate dos tribunais às fakes news.