20 de abril de 2021Informação, independência e credibilidade
Esportes

Lewandowski supera Messi e CR7 e é eleito o melhor jogador do mundo

FifPro também divulgou a equipe masculina ideal, montada com os melhores atletas de cada posição, e Alisson é o único brasileiro da lista

Pela primeira vez, um polonês foi eleito o melhor jogador de futebol do mundo. Nesta quinta-feira, Robert Lewandowski, do Bayern de Munique, venceu o prêmio The Best, da Fifa, como o melhor da temporada 2019/2020.

Na cerimônia que ocorreu em Zurique, na Suíça, o atacante superou Lionel Messi, do Barcelona, e Cristiano Ronaldo, da Juventus, para ficar com o troféu. Apesar da forte concorrência, o polonês era o favorito por conta dos feitos e conquistas atingidas durante o último ano.

Por conta da pandemia de covid-19, nenhum indicado ou premiado compareceu na premiação. Lewandowski, no entanto, apareceu ao lado do presidente da Fifa, Gianni Infantino, e recebeu o troféu. Em seu discurso de vencedor, o camisa 9 agradeceu aos companheiros de time e se mostrou emocionado.

Seleção do ano

A FifPro (organização internacional de atletas) também divulgou a equipe masculina ideal, montada com os melhores atletas de cada posição. A votação foi feita foi jogadores de várias partes do mundo. O goleiro Alisson, do Liverpool, foi o único representante brasileiro na seleção.

Ao todo, 55 atletas foram indicados para disputar um lugar entre o time da temporada 2019/20. A lista contemplava oito atletas brasileiros, todos com passagem pela seleção canarinha.

Confira a seleção do ano

  • Goleiro: Alisson (Liverpool)
  • Defensores: Trent Alexander-Arnold (Liverpool), Virgil van Dijk (Liverpool) e Sergio Ramos (Real Madrid)
  • Meio-campistas: Alphonso Davies (Bayern de Munique), Joshua Kimmich (Bayern de Munique), De Bruyne (Manchester City), Thiago Alcântara (Liverpool)
  • Atacantes: Lionel Messi (Barcelona), Lewandowski (Bayern de Munique) e Cristiano Ronaldo (Juventus)

Gol mais bonito

O meia Son Heung-min, do Tottenham, venceu o Prêmio Puskás da Fifa, que elege o gol mais bonito do mundo anualmente. O sul-coreano, que saiu driblando os jogadores do Burnley desde sua área até marcar um golaço, desbancou os uruguaios De Arrascaeta, do Flamengo, e Luis Suárez, do Atlético de Madri, na disputa.