26 de setembro de 2021Informação, independência e credibilidade
Expresso

Morre Lautheney Perdigão, o criador do museu dos esportes

Cardíaco, ele estava internado desde a última quinta-feira

Lautheney Perdigão: um guerreiro na defesa do esporte em Alagoas

Morreu nesta terça-feira, 17, o diretor do Museu dos Esportes do governo do Estado, Lautheney Perdigão. Ele tinha 86 anos e sofria de problemas cardíacos e estava internado desde a quinta-feira,12 de agosto.

Funcionário aposentado do Banco do Nordeste, Lautheney era ainda jornalista, historiador e ex-atleta da base do Centro Sportivo Alagoano (CSA), time pelo qual torcia. Lautheney foi o criador do museu dos esportes.

Lautheney foi um atuante cronista esportivo no rádio e nos jornais alagoanos onde editou por muito tempo no Jornal de Alagoas e na Gazeta os seus “arquivos implacáveis”.

Defensor intransigente do esporte em todas as suas modalidades fez do museu instalado no Estádio Rei Pelé uma extensão de sua própria casa, cuidando com zelo e profissionalismo.

– O museu para mim é tudo. Eu me aposentei como bancário quando eu pude criar o museu. Aquilo é tudo para mim. Sem contar que para os torcedores também é muito. Se chegam pessoas, chegam turistas, todos elogiam. Isso me deixa muito feliz… O que eu quero não é só mostrar o futebol de Alagoas, eu quero mostrar o futebol de uma maneira geral e os esportes amadores – disse Lauthenay há dois anos, quando deu entrevista ao ge/AL.

A morte de Lautheney deixa enlutados o meio esportivo alagoano e a crônica esportiva de um modo geral. Era ele uma figura admirada e querida por todos.