22 de maio de 2022Informação, independência e credibilidade
Alagoas

Pé na Areia Com Direito: projeto inovador leva advogados à praia para debate jurídico descontraído

A segunda edição do projeto acontece nesta sexta-feira, 8, na praia de Ponta Verde

Advogado Cristiano Barbosa é o autor do projeto que leva advogados ao debate na areia da praia.

Um projeto inovador tem levado advogados às praias de Maceió para um bate-papo leve e descontraído sobre conteúdos jurídicos, o Poder Judiciário e a realidade da advocacia alagoana. É o projeto “Pé na Areia com Direito” que vai nesta sexta-feira (8), a partir das 16h para sua segunda edição, na Praia de Ponta Verde.

Criado pelo advogado e professor Cristiano Barbosa, o Pé na Areia Com Direito tem objetivo de, por meio de uma interação descontraída, promover debates e diálogos, network, oportunidades de parcerias, fortalecendo a advocacia e auxiliando no crescimento pessoal e profissional do advogado.

“A proposta é que haja, pelo menos, um ou dois encontros mensais, com os mais variados temas no mundo jurídico, incluindo convidados. Tudo, aliás, sem qualquer custo, ou seja, inteiramente gratuito, onde todos possuem vez e voz”, conta o advogado e criador do projeto, Cristiano Barbosa.

Ele diz que o Pé na Areia com Direito surgiu durante a pandemia, quando, após meses de isolamento social, permitiu-se o contato presencial entre as pessoas.

“Essa ideia surgiu durante a pandemia, visando reavivar a política do encontro, ou melhor, resgatando o contato humano olho no olho, sem instrumentos virtuais. Portanto, o pé na areia com Direito, mais que um evento, representa também um instrumento de humanização, de cultura, de lazer e de saúde mental”.

Na sexta-feira (8), o tema em debate será “Recortes Constitucionais: princípios da vedação ao retrocesso social e o papel do Judiciário”. A proposta será discutir e trocar conhecimento durante o encontro sobre o papel relevante do Poder Judiciário frente às posturas e decisões adotadas pelos poderes legislativos e executivos que caminham na contramão dos direitos fundamentais.

“Vamos discutir o papel do judiciário, sobretudo no atual cenário, frente a determinadas posturas do executivo e do legislativo adotadas em detrimento das conquistas históricas sociais, isto é, medidas que caminham na contramão dos direitos fundamentais. Neste quesito, o membro do judiciário, além de técnico, deve agir com sensibilidade e olhar humano, defendendo a primazia da vedação do retrocesso social, princípio implícito em nossa Constituição. o Poder Judiciário tem o papel de primar pelos direitos sociais, na dignidade da pessoa humana e na garantia do mínimo existencial”, explica Cristiano Barbosa sobre o tema a ser abordado.

Inserido nesse panorama, também se encontram os advogados, explica Barbosa.

“Com efeito, igualmente, cada advogada e advogado assume um papel fundamental nesse contexto, como instrumento de justiça social, na defesa da liberdade e do Estado democrático de direito, eis que se trata de função indispensável à justiça, previsto na Lei Maior”.

Serviços:

O quê: Pé na Areia
Onde: Praia da Ponta Verde na faixa de areia entre o Kanoa e o Lopana
Quando: Sexta-feira (8), a partir das 16h
Assunto: Recortes Constitucionais: princípios da vedação ao retrocesso social e o papel do Judiciário
[14:29, 07/04/2022] Marcelo FIrmino: .

Criado pelo advogado e professor Cristiano Barbosa, o Pé na Areia Com Direito tem objetivo de, por meio de uma interação descontraída, promover debates e diálogos, network, oportunidades de parcerias, fortalecendo a advocacia e auxiliando no crescimento pessoal e profissional do advogado.

“A proposta é que haja, pelo menos, um ou dois encontros mensais, com os mais variados temas no mundo jurídico, incluindo convidados. Tudo, aliás, sem qualquer custo, ou seja, inteiramente gratuito, onde todos possuem vez e voz”, conta o advogado e criador do projeto, Cristiano Barbosa.

Ele diz que o Pé na Areia com Direito surgiu durante a pandemia, quando, após meses de isolamento social, permitiu-se o contato presencial entre as pessoas.

“Essa ideia surgiu durante a pandemia, visando reavivar a política do encontro, ou melhor, resgatando o contato humano olho no olho, sem instrumentos virtuais. Portanto, o pé na areia com Direito, mais que um evento, representa também um instrumento de humanização, de cultura, de lazer e de saúde mental”.

Na sexta-feira (8), o tema em debate será “Recortes Constitucionais: princípios da vedação ao retrocesso social e o papel do Judiciário”. A proposta será discutir e trocar conhecimento durante o encontro sobre o papel relevante do Poder Judiciário frente às posturas e decisões adotadas pelos poderes legislativos e executivos que caminham na contramão dos direitos fundamentais.

“Vamos discutir o papel do judiciário, sobretudo no atual cenário, frente a determinadas posturas do executivo e do legislativo adotadas em detrimento das conquistas históricas sociais, isto é, medidas que caminham na contramão dos direitos fundamentais. Neste quesito, o membro do judiciário, além de técnico, deve agir com sensibilidade e olhar humano, defendendo a primazia da vedação do retrocesso social, princípio implícito em nossa Constituição. o Poder Judiciário tem o papel de primar pelos direitos sociais, na dignidade da pessoa humana e na garantia do mínimo existencial”, explica Cristiano Barbosa sobre o tema a ser abordado.

Inserido nesse panorama, também se encontram os advogados, explica Barbosa.

“Com efeito, igualmente, cada advogada e advogado assume um papel fundamental nesse contexto, como instrumento de justiça social, na defesa da liberdade e do Estado democrático de direito, eis que se trata de função indispensável à justiça, previsto na Lei Maior”.

Serviços:

O quê: Pé na Areia
Onde: Praia da Ponta Verde na faixa de areia entre o Kanoa e o Lopana
Quando: Sexta-feira (8), a partir das 16h
Assunto: Recortes Constitucionais: princípios da vedação ao retrocesso social e o papel do Judiciário
[14:29, 07/04/2022] Marcelo FIrmino: .