25 de maio de 2022Informação, independência e credibilidade
Maceió

Prefeitura de Maceió orientou nesse ano mais de 8 mil pessoas em ações de educação ambiental

Nos dois primeiros meses do ano, educadores visitaram nove bairros da capital

Em 2022, Prefeitura de Maceió orientou mais de 8 mil pessoas em ações de educação ambiental
Prefeitura de Maceió orientou mais de 8 mil pessoas em ações de educação ambiental. Foto: Ascom Sudes

A Prefeitura de Maceió tem realizado ações de educação ambiental em diversos bairros da capital com o objetivo de mudar hábitos negativos e incluí-lo na responsabilidade de manter a cidade limpa. Nos primeiros meses de 2022, Vergel do Lago, Benedito Bentes e Bom Parto receberam as atividades. Além deles, Eustáquio Gomes, Trapiche da Barra, Poço, Riacho Doce, Ponta Grossa e o entorno da Rota do Mar também já foram atendidos, beneficiando mais de oito mil pessoas que residem neles.

Nos primeiros meses de 2022, 9 bairros da capital foram atendidos. Foto: Ascom Sudes
Nos primeiros meses de 2022, 9 bairros da capital foram atendidos. Foto: Ascom Sudes

A equipe de educação ambiental da Superintendência Municipal de Desenvolvimento Sustentável (Sudes) conta com servidores que levam aos logradouros informações sobre a coleta domiciliar e coleta de volumosos, além de orientar sobre o que descartar nos Ecopontos e nos Pontos de Entrega Voluntária (PEVs) espalhados pela capital.

Superintendente da Sudes, Ronaldo Farias explica a importância das atividades de educação ambiental para os maceioenses.

“A intenção é ir na origem do problema. Não adianta nós fazermos a limpeza dos pontos crônicos de descarte irregular da cidade e, posteriormente, os cidadãos jogarem lixo novamente. Então, vamos de porta em porta, nos bairros com mais pontos, e explicamos as formas de preservar o meio ambiente e a limpeza da cidade. Também falamos sobre os malefícios causados pelo despejo inadequado, como transbordamentos de canais, doenças e animais peçonhentos”.

Um dos beneficiados com essas intervenções é José Roberto. Morador do bairro do Poço há quatro meses, ele e os vizinhos receberam educação ambiental no mês de fevereiro, devido a um ponto de lixo que havia no local. Na época, José relatou o incômodo com a situação e comemorou a realização da atividade na localidade.

“Aqui na minha rua eu vejo que o pessoal joga o lixo direitinho, mas tem muita rua que as pessoas jogam um monte de lixo e fica uma sujeira, mau cheiro e é até perigoso. Foi muito importante vocês passarem aqui orientando, pois eu mesmo não sabia que havia postos de coleta e que podíamos fazer a denúncia pelo WhatsApp”.

Além dos servidores da Sudes, cerca de 20 jovens aprendizes das empresas responsáveis pela coleta domiciliar da capital, que trabalham em parceria com a Prefeitura para tentar diminuir o despejo inadequado na cidade, também participam das ações.

Jovens aprendizes auxiliam servidores nas ações porta a porta. Foto: Ascom Sudes
Jovens aprendizes auxiliam servidores nas ações porta a porta. Foto: Ascom Sudes

“Vamos continuar intensificando essas atividades. Se conseguirmos mudar o pensamentos das pessoas, teremos mais sucesso na limpeza urbana da cidade. É um trabalho conjunto, o cidadão deve caminhar lado a lado com o poder público, dividindo deveres e a responsabilidade”.

Para informações sobre a coleta domiciliar, coleta de volumosos, Ecopontos e PEVs o cidadão pode entrar em contato com a Central de Monitoramento da Sudes através do número 0800 082 2600 ou no WhatsApp 98802-4834.