25 de maio de 2022Informação, independência e credibilidade
Economia

Presidente do Banco Central diz que mercado está menos receoso com Lula na presidência do País

Roberto Campos Neto, presidente do BC, é homem de confiança de Bolsonaro na economia

Campos Neto: mercado menos receoso

O mercado dos investidores já está menos receoso de um futuro governo de Luiz Inácio Lula da Silva, no Brasil, segundo disse o presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto. 

Ele é neto de Roberto Campos, ministro do Planejamento na implantação da Ditadura Militar em 64. Campos Neto foi direto em sua fala: “O mercado está “menos receoso a uma eventual eleição de Lula em outubro”.

E acrescentou durante entrevista a jornalista Miriam Leitão, na Globo News, nesta segunda-feira, 14:

“Nos preços de mercado, o que tem acontecido mais recentemente é uma eliminação de vários preços que mostram o risco da passagem de um governo para outro. Mais recentemente, a gente vê, quando olha esses preços, que eles atenuaram. Caíram um pouco. Significa que o mercado passou a ser menos receoso da passagem de um governo para o outro”.

Nome de confiança de Jair Bolsonaro (PL), Campos Neto afirmou que a reação do sistema financeiro se dá em razão de Lula estar se “movendo para o centro”.

“Isso é o que a gente pode interpretar. Porque provavelmente um governo que representava um risco de cauda de medidas mais extremas está se movendo para o centro. Essa é a nossa interpretação do que a gente captura nos preços de mercado”, destacou.