25 de maio de 2022Informação, independência e credibilidade
Expresso

Vigilância Sanitária apreende mais 1.100 kg de produtos impróprios para consumo

Ações do final de semana elevam para 20 toneladas o volume de produtos recolhidos por oferecer risco sanitário à população

Vigilância Sanitária apreende mais 1.100 kg de produtos impróprios para consumo
Carnes apreendidas traziam risco à saúde da população. Foto: Ascom SMS
A Vigilância Sanitária de Maceió (Visa) tirou de circulação mais 1.100 kg de produtos perecíveis e não perecíveis durante fiscalizações no último final de semana. A fiscalização ocorreu em estabelecimentos comerciais dos bairros Levada, Clima Bom, Tabuleiro e Benedito Bentes. Com as últimas apreensões, o volume de produtos perecíveis e não perecíveis apreendidos este ano chega a 20 toneladas.

Os produtos alimentícios recolhidos por inconformidades sanitárias incluem carnes bovina e suína, frango, linguiça, mortadela, charque e laticínios, além de bebidas e cereais. Os alimentos apreendidos apresentavam data de validade vencida, estavam mal acondicionados ou visivelmente estragados.

A maioria das apreensões ocorreu em supermercados, frigoríficos e laticínios, mas também foram recolhidos alimentos impróprios para consumo em avícolas, distribuidoras, feiras livres e em um depósito clandestino em que foram encontrados produtos com lacres violados e prazos de validade adulterados.

O coordenador da Vigilância Sanitária, Airton Santos, reforça que a fiscalização está atenta às irregularidades e que para não sofrer sanções administrativas, os comerciantes devem se adequar às normas sanitárias.

“A Vigilância Sanitária realiza, diariamente, fiscalizações nos estabelecimentos da capital buscando evitar o risco sanitário à saúde da população. Durante as fiscalizações orientamos comerciantes e funcionários sobre a manipulação e armazenamento correto dos alimentos para que possam assegurar a saúde dos maceioenses”..

Disque Denúncia

Para denunciar irregularidades, observadas em estabelecimentos fora das adequações sanitárias e com potenciais riscos à saúde da população, a Vigilância disponibiliza o número (82) 3312-5495, de segunda a sexta-feira, das 7h às 13h e o WhatsApp (82) 98752-2000, que funciona 24h, todos os dias.