29 de novembro de 2021Informação, independência e credibilidade
Política

Barcelona pode punir Ronaldinho e Rivaldo por apoio a Bolsonaro

Discurso do candidato tem sido avaliado internacionalmente como de extrema-direita

Quanto Ronaldinho Gaúcho e Rivaldo se posicionaram favoráveis a Jair Bolsonaro (PSL) como novo presidente do Brasil, a diretoria do Barcelona não ficou muito feliz. Segundo o espanhol Sport, da Catalunha, , parte da cúpula do do ex-clube dos campeões mundiais ficou irritada e revoltada.

O discurso do candidato sobre negros, homossexuais e mulheres tem sido avaliado pela comunidade internacional como de extrema-direita. A compreensão do político com a ditadura militar brasileira também incomoda entidades como o clube catalão, símbolo de resistência ao governo militar de Francisco Franco que marcou por décadas a Espanha com sua repressão e autoritarismo.

Com isso, suas posições como embaixadores do clube e presentes em uma série de partidas amistosas e eventos ao redor do mundo, estão em risco.

O Barcelona não deve se posicionar publicamente sobre o caso, mas deve mesmo afastar os dois craques brasileiros dos principais eventos do clube, afim de impedir que os dois, com o passar do tempo, tenham suas imagens relacionadas ao clube.