20 de outubro de 2021Informação, independência e credibilidade
Maceió

Famílias em Maceió recebem a Carteira de Identificação do Autista

Ao todo, 300 pessoas com autismo e suas famílias foram beneficiadas com o direito ao atendimento prioritário

Família beneficiadas com a Carteira do Autista. Foto: André Lira

Com o objetivo de conferir identificação à pessoa diagnosticada com Transtorno do Espectro Autista (TEA), a Diretoria de Promoção da Cidadania e dos Direitos Humanos da Secretaria Municipal de Assistência Social, realizou nesta segunda-feira(27), a entrega da segunda remessa das Carteiras de Identificação do Autista de Maceió.

Ao todo, 300 pessoas com autismo e suas famílias, assistidas pelas instituições Centro Dia, Associação Pestalozzi de Maceió, Unidade de Saúde Judith Barreto do Amaral,  Associação dos Deficientes Físicos de Alagoas (Adefal), Associação dos Amigos e Pais de Pessoas Especiais (Appe), Associação de Pais e Amigos do Autista (Assista) e Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) foram beneficiadas com a carteira que garantirá o direito ao atendimento prioritário em estabelecimentos públicos e privados.

Para o vice-prefeito e secretário municipal de Assistência Social, Marcelo Palmeira, é uma satisfação entregar a Carteira de Identificação do Autista de Maceió para que as famílias tenham atendimento prioritário que é de direito deles.

“Ficamos muito felizes  em ser a primeira cidade de Alagoas a conferir essa carteira a pessoa com autismo. Em 2020, a Semas continuará  realizando ações que promovam a acessibilidade e a qualidade de vida da pessoa com deficiência de Maceió”. Marcelo Palmeira, vice-prefeito e secretário municipal de Assistência Social.

Marcelo Palmeira falou da importância da carteira para as famílias. Foto: André Lira

A coordenadora dos Direitos da Pessoa com Deficiência, Tacyana Andrade, falou da importância da entrega dessa segunda remessa de carteiras.

“É uma maneira facilitar o acesso aos serviços, tanto para a pessoa com autismo como para seus acompanhantes. Estamos promovendo o direito dessas famílias de ter atendimento prioritário em espaços públicos e privados”. Tacyana Andrade, coordenadora dos Direitos da Pessoa com Deficiência.

O decreto municipal nº. 8.590 de 19 de junho de 2018 institui a Carteira de Identificação do Autista, no âmbito do município de Maceió. O artigo 2º diz que a pessoa portadora de Transtorno do Espectro Autista (TEA) é legalmente considerada pessoa com deficiência para todos os efeitos, com direito à assistência social. A expedição da carteira cabe à Semas.