25 de julho de 2021Informação, independência e credibilidade
Blog

Olha pra frente, Brasil!

Ir ao supermercado virou gatilho de depressão. É porque neste local a gente tem noção de como está empobrecendo. Nosso poder de compra está indo pelo ralo.

Aliás, agradeça se tem poder de compra ainda, pois, muitos deixaram de tê-lo com a falta de emprego ou demissão. E se está desempregado agradeça por estar vivo.

A pior gestão da pandemia do mundo está mostrando seus resultados. A fome e o crescimento da miséria saltam aos olhos.

É o resultado que o povo brasileiro colhe por ter escolhido um meme como presidente da República.

Repito que ele se elegeu prometendo fazer do Brasil o que era há 40 anos. O povo escolheu o retrocesso e está colhendo os frutos disso. Nunca vi Bolsonaro falando em construir creches, escolas, investir no crescimento do país.

Ao contrário, o governo só prega a morte, o conflito eterno e a destruição de patrimônios valiosíssimos como a floresta amazônica.

Bem, um dos efeitos do retrocesso é que saímos da posição de sexta para 12ª economia mundial. O Brasil sofre um processo de desindustrialização, com gigantes deixando o país e se mudando para países vizinhos como a Argentina.

Uma coisa que não tinha há 40 anos era a tecnologia, mas, as relações de trabalho conseguiram retroceder até antes da Era Vargas.

O brasileiro é explorado tanto no mundo analógico como no digital. Uma pesquisa do Instituto Locomotiva mostra que, de fevereiro até agora, 11,4 milhões de brasileiros obtém parte ou totalidade de sua renda a partir do trabalho com aplicativos. É o motorista, é quem faz e entrega comida, entre outros serviços.

No momento, 32,4 milhões de pessoas, o que equivale a 20% da população adulta do Brasil, utilizam algum tipo de aplicativo para trabalhar. É um trabalho que exige jornadas menores, com rendimentos menores, sem direitos.

O Brasil está empobrecendo. Há 40 anos, a coisa não era tão boa assim não. É melhor começar a pensar no futuro e jogar no lixo esse conservadorismo tosco. Quem sabe um impeachment não nos daria um gás para mudar o rumo do país?